Zema é criticado por bolsonaristas após encontro com Sergio Moro em Minas

romeu zema sergio moro
O governador se encontrou com o ex-juiz na Cidade Administrativa nesta tarde (Reprodução/Twitter)

O governador Romeu Zema (Novo) se encontrou com Sergio Moro nesta quarta-feira (24). O ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça veio a Minas Gerais para um almoço com o governador na Cidade Administrativa e compartilhou uma foto do encontro por meio das redes sociais. A reunião também contou com a presença dos secretários de Estado Mateus Simões (Geral), Igor Eto (Governo), além da deputada federal Renata Abreu (Podemos).

O encontro – que acena para uma possível parceria futura, já que Moro filiou-se recentemente ao Podemos para concorrer à presidência – virou alvo de críticas de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Pelas redes sociais, vários bolsonaristas dispararam contra o governador e condenaram uma possível aliança entre os políticos.

“Estive com o governador Romeu Zema e conversamos sobre a importância de Minas Gerais no projeto Brasil”, disse Sergio Moro por meio de sua conta no Twitter.

Prioridades

Em entrevista ao portal O Tempo, Moro afastou os boatos de uma possível aliança e afirmou que a preocupação agora é “discutir os problemas do país”. “Nós temos um longo tempo até a eleição em outubro do próximo ano. Nós temos que conversar os problemas do país hoje, o que a gente vê hoje nas ruas, pessoas até passando fome, com dificuldades econômicas”, disse o ex-juiz, que ainda completou: “Nossa prioridade é discutir essas questões”.

“Ontem, inclusive, eu estive no Senado junto com os senadores do Podemos, nós fomos apresentar uma posição a favor do aumento do Auxílio Brasil e do Bolsa Família no Congresso Nacional, mas seu fazer aquele rombo fiscal que vai levar ao aumento da inflação, aumento do juros e uma provável recessão no país”, continuou Moro.

O ex-ministro do governo Bolsonaro, que se filiou ao Podemos no último dia 10, disse ainda que o grupo pretende se posicionar “sobre todos os temas relevantes”. “Nosso foco principal é a construção desse projeto, conversar com as pessoas de Minas Gerais e com o governador Zema é fundamental para ouvir o que as pessoas têm a dizer, o que elas estão pensando sobre essa situação”, concluiu.

Bolsonaristas reagem

Após Moro compartilhar o encontro nas redes, não demorou muito para o governador de Minas Gerais virar alvo de críticas de bolsonaristas. Os apoiadores do presidente Bolsonaro – que rompeu com Moro em abril de 2020, em meio a várias acusações de interferência política – condenaram uma possível aliança entre Zema e o ex-juiz.

“Senhor Romeu Zema, espero que não siga os mesmos passos desse homem sem caráter e lembre-se de quem o homenageou nos Emirados”, comentou uma internauta, referindo-se a Jair Bolsonaro, com quem o governador esteve recentemente em Dubai. “Lembre-se de todo esse jogo político e sujo que fazem com o presidente e que o ex-juiz está mancomunado”, completou.

Uma outra pessoa também comentou que apoia o governador, mas “se ele apoiar este Moro traidor, perdeu meu apoio”. “Parabéns, Zema, acho que o povo bolsonarista de MG entendeu o recado. Talvez o Bolsonaro precise apoiar outro candidato”, comentou uma página que apoia o presidente. Veja um pouco da repercussão:

Edição: Roberth Costa
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Editora do BHAZ desde julho de 2021 e repórter desde 2019. Graduada em jornalismo pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2021, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sebrae de Jornalismo também em 2021.

Comentários