Alexandre Frota terá que pagar mais R$ 30 mil de indenização a Chico Buarque após ofensas

alexandre frota chico buarque
Alexandre Frota ofendeu Chico Buarque em outubro de 2017 (Reprodução/@alexandrefrota_oficial + @franciscoproner/Instagram)

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) terá que pagar mais R$ 30 mil ao cantor Chico Buarque por conta de ofensas proferidas pelo Twitter.

Em outubro de 2017, o ator chamou Chico Buarque de “filho da p*ta” e disse que ele “chorava por não poder mais roubar livremente”. “O que esses merdas pedem não é o ‘volta Lula’, mas o volta mamata”, disse Frota, em referência também a Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Frota foi processado por Buarque e condenado, então, ao pagamento de indenização de R$ 50 mil por danos morais.

“A manifestação ultrapassou em muito a crítica pela atuação de Chico Buarque como artista e como agente político”, disse o juiz Rossidelio Lopes da Fonte em decisão. “[Frota] imputou xingamentos e crimes sem que para isso tenha qualquer prova”.

Em defesa, Frota afirmou que teria feito uma “crítica ácida” ao músico, mas sem “atingir sua honra”. Ele fez o pagamento da indenização no dia 2 de agosto do ano passado.

Contudo, o cantor recorreu argumentando que deveria receber um acréscimo de juros desde a postagem das ofensas, o que foi aceito pela Justiça.

Assim, o deputado precisou pagar R$ 30 mil a mais. Além de ter que pagar o valor a mais, Frota precisará divulgar no Twitter o conteúdo da decisão de condenação.

Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Sub-editor no BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019, 2020 e 2022), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários