Após sentir gosto estranho, mulher descobre que comeu hambúrguer vencido há quase 10 anos

Mulher come hambúrguer vencido em 2012
Auxiliar de veterinária sentiu um gosto estranho ao consumir o alimento (Arquivo Pessoal/Izabela Amorim)

Na cidade litorânea de Santos (SP), uma mulher de 21 anos comeu um hambúrguer vencido há quase 10 anos. Ao g1, a auxiliar veterinária contou que sentiu um gosto ruim na hora de morder a carne e foi logo checar a validade, que datava de 2012. Sem acreditar no que viu, ela procurou o supermercado para registrar uma reclamação e prontamente buscou seus direitos enquanto consumidora.

O episódio ocorreu nessa segunda-feira (10), quando a jovem Izabela Amorim decidiu comprar um hambúrguer no supermercado Dia, na unidade da avenida Conselheiro Nébias. Ela preparou o alimento para jantar no mesmo dia e, ao consumi-lo, notou um “gosto estranho”. O produto é da marca Nosso Burguer e foi fabricado pela própria rede de supermercados.

“O cheiro não estava ruim, mas o hambúrguer estava se desfazendo. Acreditei que seria devido ao calor, por descongelar o produto”, disse Izabela. No entanto, o susto veio quando ela procurou a data de fabricação e validade na embalagem: o alimento congelado foi fabricado em 25 de novembro de 2011 e venceu dia 25 de março de 2012.

Hambúrguer comprado nesta semana teria vencido em 2012, segundo data impressa na embalagem — Foto: Arquivo Pessoal
Datas mostram que alimento congelado venceu há dez anos (Arquivo Pessoal/Izabela Amorim)

‘Eu não conseguia acreditar’

A mulher que comeu um hambúrguer vencido ficou perplexa ao descobrir que o produto estava estragado há uma década. Ela contou ao g1: “Quando eu vi a validade, eu mostrei para todos da casa, para conferir se era aquela data mesmo. Porque eu não conseguia acreditar”, lembrou a ocasião.

Na sequência, a jovem procurou seus direitos no SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) do Dia Supermercados, mas naquele horário ele não estava funcionando. No dia seguinte, foi atendida por profissionais que orientaram que ela aguardasse: segundo a rede, a empresa iria comparecer até sua casa para retirar o produto para análise. Izabela disse que, até o momento, ninguém apareceu.

‘Erro grave’

Justificando o porquê de procurar o supermercado, a paulista disse que não tem interesse em apenas trocar o hambúrguer, já que considera um “erro grave” o que lhe aconteceu. Os fatos levaram a consumidora a registrar uma reclamação no Procon (Programa de Proteção e Defesa ao Consumidor) de Santos e revelou que também deseja acionar a Vigilância Sanitária da cidade.

Nas redes sociais, a garota relatou o incidente aos seguidores e muitos internautas apontaram um possível erro de digitação na embalagem do hambúrguer. Embora não dispense a falha, Izabela diz que a possibilidade não anula o fato de que o produto tinha um gosto desagradável.

Grupo Dia se pronuncia

Em face do ocorrido, o fabricante do hambúrguer vencido se manifestou. Em nota, o grupo Dia afirmou que “segue todas as regras de controle sanitário e acompanha permanentemente os processos de vigilância em suas lojas”. A empresa lamentou a situação e informou que está apurando o caso, propondo-se a colaborar plenamente com as autoridades locais para o esclarecimento dos fatos.

Edição: Vitor Fernandes
Nicole Vasquesnicole.vasques@bhaz.com.br

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

Comentários