Filha de André Gonçalves detona o ator após polêmicas envolvendo pensão: ‘Não me viu nascer’

Filha de André Gonçalves detona o ator
Ator foi condenado a prisão domiciliar por não pagar pensão às filhas (Reprodução/manuseiblitz/Instagram + Reprodução/@gatinhosexy_/Twitter)

Manuela Seiblitz, filha do ator André Gonçalves com a atriz Tereza Seiblitz, usou as redes sociais para desabafar sobre a relação com o pai. Em publicação, a jovem de 22 anos revelou que passou diversas datas importantes sem o artista e disparou: “Não há nada que ele possa me ensinar sobre como amar meus futuros filhos”.

“Eu tenho 22 anos. Nasci dia 13 de fevereiro de 1999 – sábado de carnaval. Minha mãe me botou no mundo, o outro se atrasou pro parto e não me viu chegar”, começou Manuela, dizendo que o pai não estava presente na hora de seu nascimento.

Ela prosseguiu, afirmando que o ator global foi ausente em momentos marcantes na vida de qualquer criança. “Aprendi a andar sem ele. Aprendi a ler, escrever e fazer contas sem ele. Tive meu primeiro ralado no joelho sem ele. Todas as apresentações de escola e de teatro sem ele. Minha primeira medalha na natação. Natal, réveillon. Festas de aniversário sem ele. Minha primeira nota baixa”, disse.

“Aprendi a desenhar, cantar e jogar bola sem ele. Aprendi a cozinhar sem ele. Aprendi a lavar a roupa, fazer faxina e mercado sem ele. Aprendi a andar de bicicleta sem ele. Aprendi a comer, tomar banho e escovar o dente sem ele. Fui a todos os médicos sem ele. Me botei pra dormir sem ele”, acrescentou a jovem, expondo a negligência parental do artista.

‘Aos pais do mundo: sempre há tempo’

Por fim, ela disse que “não há nada que ele possa me ensinar sobre como amar meus futuros filhos”. Na sequência, fez um apelo aos homens que têm filhos para criar. “Sempre há tempo. Enquanto se está vivo, há tempo. Não percam a gigante oportunidade de conhecer os filhos de vocês”, finalizou.

Confira publicação abaixo, em que Manuela fez um carrossel repleto de imagens de sua infância; o ator André Gonçalves não aparece em nenhum registro.

André Gonçalves é condenado por não pagar pensão

O ator André Gonçalves já acumula uma dívida de quase R$ 500 mil por não pagar a pensão alimentícia a duas filhas, Valentina e Manuela. Em dezembro do ano passado, o atual marido de Danielle Winits foi condenado pela Justiça de Santa Catarina e teve prisão domiciliar decretada em virtude da negligência parental.

O decreto estabeleceu que o ator ficasse detido em casa por, ao menos, 60 dias. Uma das últimas queixas é que Gonçalves não paga pensão regularmente à filha Valentina, que teve com a jornalista Cynthia Benini, desde 2017. Foi a própria moça quem entrou com o pedido na Justiça. Em resposta à medida, o artista chegou a criticar a atitude das filhas e disse que a prisão “vai encerrar sua carreira”.

“Para mim, a maior desgraça é essa, são os filhos que estão assinando o pedido de prisão para mim. Filhos que eu tenho relação, se você olhar no Google você vai ver fotos nossas. Eles pequenos, na orla, no shopping, no cinema”, disse Gonçalves ao Extra, acrescentando: “Eles curtiram bastante da vida comigo, a gente tinha uma relação sólida”.

O ator foi duramente criticado após passar o Réveillon em Angra dos Reis ao lado da esposa e um dos filhos dela, Guy. Em vídeo compartilhado nas redes de Danielle, o casal aparece ostentando em um hotel de luxo.

Tereza Seiblitz acusa ator de negligência

Em entrevista à Record nesse domingo (9), a mãe de Manuela saiu em defesa da jovem e acusou André Gonçalves de negligência em relação à filha. A ex-companheira do artista diz que ele “nunca foi em uma estreia, não foi em uma reunião da escola. Em algum lugar, e não sei aonde, porque só a Manuela pode saber [como isso a afeta]”, começou ela.

Na mesma ocasião, Tereza apontou que André começou a ter problemas com o pagamento em 2009. “Ele não pagava sempre. Pagava, parava de pagar. Eu estava contratada, enfim, não era um problema”, lembrou.

Ela revelou que, quando não estava mais contratada, André baixou a pensão e isso se tornou um problema. Mesmo após tentar conversar com ele sobre o impasse, o ator “foi muito grosso” e mandou que ela contatasse um advogado diretamente.

Sobre a condenção do artista, ela concluiu: “A punição é importante porque move as coisas, o sujeito, é preciso se mover. Mas tem coisas horríveis, porque afeto não se obriga. Então, esse buraco do afeto, realmente não sei. A intenção de que ele desperte, se retrate com as filhas, que tenha outra postura”.

Edição: Vitor Fernandes
Nicole Vasquesnicole.vasques@bhaz.com.br

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários