Exportações e produção de veículos superaram os patamares de novembro de 2019

Divulgação/Massey Ferguson

O mês de novembro manteve o crescimento iniciado no segundo semestre, apresentando os melhores números da indústria automobilística no ano. Levantamento mensal da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) mostra que as exportações e produção superaram os patamares de novembro de 2019, mas o mercado interno ficou em 7,1% abaixo do registrado no ano passado.

Em novembro foram produzidos 238.200 autoveículos, crescimento de apenas 0,7% sobre outubro, portanto incapaz de acompanhar o aumento da demanda. Segundo a Anfavea, esse número é 4,7% superior ao de novembro de 2019, quando o estoque era de 330 mil veículos. Hoje há menos de 120 mil veículos estocados nas fábricas e na rede. Esse volume é suficiente par sustentar apenas 16 dias de vendas.

A surpresa positiva foi o volume exportado em novembro, de 44.007 unidades, melhor resultado desde agosto de 2018. Essa alta é justificada pelo represamento de envios ocorrido nos últimos meses, principalmente de tratores. Isso ocorreu em função da pandemia nos países vizinhos, principalmente a Argentina.

Os bons resultados também foram em função da antecipação de embarques para o encerramento do ano. De qualquer forma, o total de 285.925 unidades exportadas ainda é 28,4% menor que em 2019, que já havia sido um ano de forte queda. Já o mercado interno fechou com 225.010 unidades licenciadas, alta de 4,6% sobre o mês anterior do ano passado.

Ainda segundo a Anfavea , o setor de caminhões mantém resultados melhores que os de automóveis e ônibus. Máquinas agrícolas e rodoviárias registraram crescimento na produção e nas exportações em novembro, na comparação com outubro, apesar de uma pequena queda nas vendas.

Comentários