Guarda Municipal nas ruas de BH contribui para aumentar a sensação de segurança; confira as inciativas

Guarda Municipal segurança BH
A atuação da Guarda Municipal em Belo Horizonte garante maior sensação de segurança para os cidadãos. (Reprodução/ PBH)

Imagine um evento público que tenha música, dança, bebidas e muitas pessoas dividindo o mesmo espaço. Para alguns, essa mistura seria motivo de tensão, mas, em Belo Horizonte, a presença de agentes da Guarda Civil Municipal no meio do público em festividades como o Carnaval e o Arraial de Belo Horizonte já é motivo para relaxar e se divertir.

Para o público, a sensação de segurança proporcionada pela proximidade estabelecida com os guardas municipais, que priorizam o patrulhamento a pé, é o que tem motivado muitas pessoas a retomarem o hábito de sair de casa para aproveitar momentos de lazer em espaços públicos com a família.

A atuação com foco na prevenção faz com seja comum encontrar agentes em duplas patrulhando em pontos estratégicos, como ponto de ônibus e imediações de shoppings populares. Os guardas, além de fazerem abordagens a pessoas com atitudes suspeitas, conscientizam a população sobre medidas de seguranças, como não usar o celular de maneira distraída ao andar pelas ruas, a fim de evitar ações de assaltantes ou golpistas.

Com patrulhamento constante, a Guarda Municipal conscientiza e garante maior segurança aos moradores. (Reprodução/ PBH)

Aumento de atribuições

Ainda que a segurança patrimonial conste como prioridade, desde a criação da corporação há 20 anos, a lista de atribuições desses agentes dobrou de tamanho.

Atualmente, a Guarda Municipal também se encarrega de combater à importunação sexual em diversos ambientes, como transporte público e grandes eventos. Além disso, também busca coibir a atuação de flanelinhas em dias de jogos de futebol e evitar a desordem urbana, como o descarte clandestino de lixo e depredação de patrimônio público.

A capacidade já demonstrada pela Guarda Civil Municipal de se adequar às demandas de uma capital em constante processo de mudança, como é o caso de Belo Horizonte, permite que a corporação atenda às novas necessidades que surgem no dia a dia. Seja adotando novas formas de atuação ou implementando novos serviços, a segurança pública preventiva ofertada à população permanece com seu padrão elevado.

E esse padrão vem sendo comprovado! Um dos exemplos foi a realização bem sucedida do Carnaval 2024, que se manteve, mais uma vez, como um dos mais seguros do país.

Com o aumento do efetivo, há uma maior presença dos agentes nas ruas (Reprodução/ PBH)

Crescimento do efetivo

Acompanhando o aumento de atribuições, o efetivo da polícia também apresentou crescimento. De março de 2023 até esse ano, 282 novos agentes ingressaram na Guarda Municipal após a nomeação dos aprovados no último concurso.

Atualmente, uma nova turma de aprovados está concluindo o curso de formação, completando assim, as 500 vagas que foram disponibilizadas no edital. Os novos guardas irão se somar ao efetivo composto por 2.294 agentes, sendo 2.171 homens e 123 mulheres.

Esse aumento do número de agentes tem sido fundamental para permitir que seja mantida a presença fixa de guardas municipais durante às 24 horas de funcionamento de cada uma das nove Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e em todo o período de funcionamento dos 152 Centros de Saúde da capital, evidenciando o empenho da Prefeitura em garantir o bom funcionamento e a segurança nos serviços de Saúde.

O mesmo ocorre com a área da Educação, em que guardas municipais se dedicam exclusivamente à rondas nos horários de entrada e saída dos turnos nas escolas. Além disso, os agentes também atuam dentro das unidades de ensino, realizando palestras preventivas sobre assuntos diversos, como cyberbullying, riscos do uso de cerol ao soltar papagaios e como identificar sinais de abuso sexual.