PBH antecipa segunda dose para trabalhadores da saúde idosos

vacina astrazeneca
Mudança no calendário vale para aqueles que receberam imunizante da AstraZeneca (Rovena Rosa/Agência Brasil)

A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) anunciou, nesta sexta-feira (11), que vai adiantar a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 para trabalhadores da saúde de 60 anos ou mais. A mudança no cronograma vale para aqueles que receberam a vacina da AstraZeneca: a partir da próxima segunda-feira (14), eles já podem receber a segunda dose para completar a imunização.

Ainda na segunda-feira, também seguirá em andamento a vacinação de gestantes e puérperas – mulheres até 45 dias após o parto independentemente da evolução da gestação com comorbidades. De acordo com as orientações do Ministério da Saúde, podem se vacinar somente as gestantes com comorbidades ou trabalhadoras de serviços essenciais, desde que tenham a avaliação individual de risco benefício realizada com um médico.

Para vacinar as gestantes e puérperas sem comorbidades, a PBH esclarece que aguarda orientações e doses necessárias.


Trabalhadores da saúde idosos

Para que trabalhadores da saúde possam se imunizar com a segunda dose, é necessário levar o cartão de vacina, documento de identidade e CPF. O horário de funcionamento será das 7h30 às 16h30 para pontos fixos e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru.

Os endereços para a segunda dose de idosos estão disponíveis no portal da prefeitura.

Gestantes e puérperas com comorbidades

No momento da vacinação é preciso seguir as seguintes orientações:

  • Ser cidadã residente de Belo Horizonte;
  • Apresentar documento de identificação com foto;
  • Não ter recebido vacina contra a Covid-19;
  • Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias;
  • Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.
     

Além de cumprir as orientações anteriormente citadas, as gestantes e puérperas com comorbidade deverão comprovar a condição. Para a gestante, é necessário apresentar um documento que comprove o estado gestacional, como carteira de acompanhamento da gestante/pré-natal ou laudo médico. Já a puérpera deve apresentar Declaração de Nascido Vivo (DNV), certidão de nascimento ou óbito. 

A vacinação das gestantes e puérperas deverá ser condicionada a prescrição médica após avaliação individualizada de risco benefício, conforme nota técnica do Ministério da Saúde.

O horário de funcionamento será das 7h30 às 16h30 para pontos fixos e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Os locais de vacinação podem ser verificados no portal da prefeitura.

Com PBH

Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários