Pescadores ‘fisgam’ jacaré e descobrem acompanhante assustadora

jacaré preso por sucuri vídeo
Vídeo viraliza pelas redes sociais e impressiona (Reprodução/Twitter)

Circula pelas redes sociais, ao longo dos últimos dias, um vídeo que tem dado o que falar entre internautas de diferentes partes do Brasil. As imagens repercutem por mostrar o momento exato em que um grupo de pescadores “fisga” um jacaré na água de um rio. A surpresa, no entanto, fica por conta da “acompanhante” dele: uma sucuri.

As imagens teriam sido gravadas no Mato Grosso do Sul na quinta-feira (21), mas o autor ainda é desconhecido. No registro, é possível ouvir um homem falando a respeito do tamanho da cobra. Ele se surpreende ao ver que a sucuri está, literalmente, enrolada no jacaré – já morto.

Por fim, o homem que segura o anzol de galho em que o jacaré está preso decide soltar os animais. O anzol de galho é um método de pesca permitido apenas para pescadores profissionais, já que favorece a pesca predatória e pode machucar outros animais e até mesmo pessoas.

Assista ao vídeo:

Roberth Costa
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018 e 2019, além figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, também em 2019.

OLHO NA DICA PARA ECONOMIZAR

Na sede do BHAZ, economizamos todos os meses na conta de energia por meio de uma operação regulamentada pela ANEEL e ainda desconhecida por muitos consumidores. E o melhor: não tivemos nenhum custo extra para ter acesso a esse desconto. Por isso, damos esta dica para quem mora em qualquer cidade de Minas Gerais.

Sua conta de luz pode ficar até 15% mais barata com a Metha Energia. Faça agora seu cadastro, é 100% DIGITAL e GRATUITO. Clique no botão abaixo e simule direto seu desconto mensal. Caso queira saber mais sobre a tecnologia, leia este conteúdo que explica em detalhes a operação.

Comentários