Cachorrinha se assusta com fogos durante clássico mineiro e foge de casa; família pede ajuda

mira
Cachorrinha sumiu no bairro Londrina, em Santa Luzia (Arquivo Pessoal/Sarah Rodrigues)

A família de Mira pede ajuda para encontrá-la, após a cachorrinha ter fugido durante o clássico entre Atlético e Cruzeiro, no último 2 de abril. A cadelinha se assustou com os fogos durante a partida e acabou saindo em um momento em que o portão estava aberto. Ela e a família estavam em uma casa no bairro Londrina, em Santa Luzia, quando a fuga aconteceu.

A psicóloga Sarah Rodrigues conta que a irmã, Inês Rodrigues, está desolada com o sumiço de Mira. “Elas estão juntas há mais de 10 anos. Agora a vida dela está sem graça por causa da ausência da Mira. Minha irmã estava viajando a trabalho por um mês e voltou na sexta, no sábado a cachorrinha sumiu. Ela está muito triste”, relatou Sarah ao BHAZ.

A família estava reunida para assistir ao clássico na casa da psicóloga, e Inês levou Mira para o passeio, para não deixá-la sozinha em casa, sabendo que ela se assustava com o barulho dos fogos. Sarah relembra que a cachorrinha ficou desesperada quando começaram os fogos. Em um momento de distração, durante a partida, o portão ficou aberto e a cadelinha fugiu, sem que ninguém notasse.

Arquivo Pessoal/Sarah Rodrigues

No mesmo dia, a família passou horas na busca pela cachorrinha, mas não teve sucesso. Eles buscaram por bairros próximos do Londrina, em Santa Luzia. Nos dias seguintes, eles retomaram a procura por Mira, mas, até o momento, não tiveram nenhuma informação do paradeiro da cachorrinha.

Mira vive no bairro Santa Amélia, na região Pampulha de BH, com Inês e os três filhos. Sarah revela que a cachorra tem problemas de visão e nos rins. “Às vezes, alguém pode dar comida para ela, mas a ração dela tem que ser especial e está guardada aqui, esperando. Ela era muito bem tratada com a minha irmã e meus sobrinhos”, afirma.

Tem informações sobre Mira?

A cachorrinha Mira fugiu de casa, no bairro Londrina, em Santa Luzia, na região Central de Minas Gerais. O sumiço aconteceu no sábado do clássico entre Atlético e Cruzeiro, 2 de abril, por volta de 17h. A cadela é da raça pinscher e tem o pelo caramelo. Quem tiver informações, pode entrar em contato com a família por um dos telefones: (31) 98869-1268/ (31) 3492-9101/ (31) 3637-5117/ (31) 99495-5824

Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários