Sikêra Jr. tem conta do Instagram bloqueada após ataques homofóbicos

sikêra-júnior-alerta-nacional
Sikêra Júnior é apresentador do jornal ‘Alerta Nacional’, da RedeTV! (Reprodução/@alertanacionaltv/Instagram)

A situação não para de ficar feia para o lado de Sikêra Júnior, depois que o apresentador fez comentários homofóbicos durante o jornal que apresenta na Rede TV!, o Alerta Nacional. Desta vez, o âncora perdeu, na manhã de hoje (7), sua conta no Instagram, que tinha mais de 6 milhões de seguidores.

As consequências do ataque também têm refletido no bolso. O movimento Sleeping Giants Brasil, que atua contra o financiamento de discursos de ódio e de fake news levantou uma campanha no dia 28 de junho para interromper os patrocínios de empresas a Sikêra Júnior. Eles utilizam a hashtag “DesmonetizaSikera”. Até o momento, 38 empresas já deixaram de patrocinar o Alerta Nacional.

O apresentador também está respondendo uma ação civil pública do MPF (Ministério Público Federal) e da Associação Nuances (Grupo pela Livre Expressão Sexual), que atua na defesa dos direitos humanos da população LGBTQIA+. A ação solicita que ele e a Rede TV! paguem R$ 10 milhões por danos morais coletivos. A quantia será voltada para a estruturação de centros de cidadania LGBTQIA+.

Homofobia em rede nacional

No dia 26 de junho, às vésperas do Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, Sikêra Júnior xingou todos os homossexuais durante um editorial em seu programa. O apresentador disse que as pessoas que integram a comunidade LGBTQIA+ são uma “raça desgraçada” que quer “acabar com a a família tradicional brasileira”.

“A criançada está sendo usada. Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem. Nós não vamos deixar”, disse Sikêra, em referência a uma propaganda do Burger King, que apresenta um caminho para pessoas que dizem não saber como explicar LGBTQIA+ para crianças. 

Edição: Giovanna Fávero
Andreza Miranda
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários