Só alegria! Galo goleia e garante 1º lugar geral na Libertadores

atlético libertadores
Galo tem feito a felicidade dos atleticanos (Pedro Souza/Atlético)

Ultimamente, a torcida do Galo está numa alegria que só! No último sábado (21), o time conquistou o Mineiro e nesta noite de terça-feira (25) garantiu o 1º lugar geral da Libertadores após golear o La Guaira por 4 a 0 no Mineirão, em Belo Horizonte. Com isso, o Galo decidirá em casa todos os confrontos até as semifinais – já que uma possível final acontece em jogo único no campo neutro, o Estádio Centenário (Montevidéu). Na primeira semana de junho, o Galo deverá conhecer o adversário das oitavas e o chaveamento de confrontos até a grande final.

Só dá Galo

O Atlético foi o primeiro a chegar bem na partida. No cruzamento de Guga aos 8 minutos, Guilherme Arana tentou o chute de primeira e passou perto do gol. Hulk quase aproveitou uma boa chance aos 14 depois da “casquinha” de Igor Rabello, mas o atacante se desequilibrou e a bola foi para fora. O atacante tentou de novo aos 24, após lançamento de Tchê Tchê que o deixou cara a cara com o goleiro, mas Hulk isolou. Apenas 1 minuto depois, Allan chutou uma bomba, mas Olses estava lá para espalmar.

Deu a lógica

O Galo estava dominando o jogo, e aos 27 do 1T, veio o primeiro gol. Depois de um lindo passe de Arana, Hulk ganhou do marcador e invadiu a área. O atacante serviu Savarino, que só precisou empurrar para o gol – mais um resultado do entrosamento da dupla infalível “SavaHulk”, que já caiu nas graças da Massa atleticana. 

Aos 34, o Galo esteve muito perto do segundo gol, mas o goleiro Olses fez 2 milagres no mesmo lance. Na cabeçada venenosa de Nacho, ele salvou, e no rebote de Guga, o arqueiro espalmou para fora. 

+1 pra vantagem

Porém, não demorou muito para o Galo ampliar. No final do 1T, aos 43, Junior Alonso cruzou, Nacho fez a cabeçada e a bola ficou com Marrony. No chute, o arqueiro do La Guaira até fez uma grande defesa… mas a bola voltou no atacante e ele mandou para as redes, fazendo 2 a 0 para o clube alvinegro.

Ele esmaga!

Logo no comecinho do 2T, o Galo ficou ainda mais confortável no jogo. Aos 4 minutos, Hulk fez uma ótima jogada com Nacho: o maestro argentino recebeu do atacante e devolveu de primeira para ele. O super herói veio em disparada na área, superou o marcador e bateu no cantinho, direto para as redes! Esse foi o 6º gol dele na competição, dividindo a artilharia com Gabriel (Flamengo) e Borja (Junior Barranquilla).

O La Guaira tentou assustar dois minutos depois com cabeçada perigosa de Ortiz que foi pertinho da trave.

Hulk queria mais

Aos 29, quase veio o 7º do Hulk na Liberta: no cruzamento de Arana, ele cabeceou quicado, mas a bola foi perto do travessão. O atacante tentou novamente aos 42, com chute de fora que ameaçou o goleiro Olses.

Goleou

No “apagar das luzes”, aos 48 do 2T, ainda deu tempo para o Galo fechar em grande estilo com goleada: Nathan saiu do banco para receber lindo cruzamento de Arana, fazer o 4º gol do Galo e selar a bela campanha na Libertadores, com o melhor ataque até então – e o 1º lugar geral garantido.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários