‘Sou impedrejável’, diz Bolsonaro ao criticar Lula e Doria

jair bolsonaro apoiadores
Presidente voltou a chamar Lula de “nove dedos” e disse que governador de SP não consegue administrar o estado (Reprodução/Foco do Brasil/YouTube)

Em interação com apoiadores nesta segunda-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Após uma apoiadora dizer que opositores jogam muitas pedras no presidente e que Deus as junta para construir um castelo, o mandatário afirmou ser “impedrejável”.

“Sou impedrejável, mais uma aí”, disse ele na saía do Palácio da Alvorada. O presidente tem dito ser “imorrível, imbrochável e incomível”. Na conversa com simpatizantes, Bolsonaro disse que há uma demonstração clara de quem quer voltar ao poder em 2022. Ele se referiu a Lula como “nove dedos” e disse que mais gente ficou mal acostumada com o poder.

“Você não sabe o que é uma cadeira presidencial pra desejar 22 pra gente. Tem uma demonstração clara de quem dominava o Brasil, né. Eles querem voltar a qualquer custo. Mas não é apenas aquele pessoal do nove dedos não, tem mais gente também que ficou mal acostumada ao longo dos 30 anos”.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Metrópoles
Metrópoles

O Metrópoles é um veículo de comunicação ágil, com linguagem acessível e totalmente focada no digital. Informar, escutar, interagir, debater, denunciar, diversificar, entreter e prestar serviço à sociedade do Distrito Federal e do país são especialidades do portal.

Comentários