Tá embalando: Galo vence terceira seguida e se mantém no G4

Atlético e Flamengo no Mineirão
Como era de se esperar, o clássico nacional começou movimentado (Pedro Souza/Atlético)

Com dois gols de Savarino em 2 minutos e milagre de Everson no final, o Galo venceu o Flamengo por 2 a 1 nesta noite de quarta-feira (7) no Mineirão, em Belo Horizonte. Com a terceira vitória seguida, o time soma 19 pontos e agora encostou mais um pouco no líder Palmeiras e no vice-líder Bragantino, que têm 22. Na próxima rodada, o Galo tem um clássico mineiro pela frente: o duelo contra o América no Independência, neste sábado (10).

Começou lá e cá

Como era de se esperar, o clássico nacional começou movimentado. No primeiro minuto, Michael cruzou perigoso e Everson defendeu. Logo depois, veio a resposta atleticana com o chute de Tchê Tchê defendido por Diego Alves. Aos 3 do 1T, Savarino tocou para Hulk e ele devolveu para o venezuelano, que chutou para fora. Dois minutos depois, João Gomes cruzou para Pedro e ele chutou firme, para defesa de Everson.

Aos 23 do 1T, o Galo fez bom contra-ataque. Alonso foi até a área, cruzou rasteiro para Savarino, mas Filipe Luís cortou antes dele tocar na bola. A resposta flamenguista veio aos 38 no chute de Bruno Henrique do início da área, e o goleiro atleticano agarrou.

2x ‘Savaliso’

O time da casa voltou animado para o 2T e fez dois gols em apenas dois minutos. Aos 5, o primeiro veio de uma jogadaça. Mariano tocou para Zaracho, que passou para Hulk. O adversário tentou tirar, mas a bola caiu em Savarino, ele não perdoou e mandou para o fundo das redes.

Aos 7 do 2T, Réver lançou bem para Mariano, o lateral cruzou rasteiro para o venezuelano e ele marcou o segundo dele e do Galo no jogo.

Por pouco

Quase que o Galo fez o 3º aos 13 do 2T. Arana fez o cruzamento para a ótima cabeçada de Nathan Silva, mas Diego Alves foi buscar. O rubro-negro estava com dificuldades para atacar, mas aos 27 do 2T, conseguiu chegar com perigo. Arrascaeta chutou rasteiro e a bola tirou tinta da trave.

Flamengo diminui

Quando o jogo caminhava para o final, aos 42 do 2T, o time carioca “botou lenha na fogueira”. Na cobrança de escanteio, Willian Arão cabeceou no cantinho e Everson só olhou: 2 a 1 no Mineirão.

Por muito pouco, o rubro-negro não empatou a partida. Aos 45, em boa tabela de Arrascaeta com Muniz, o uruguaio recebeu sozinho na área, chutou e Everson salvou o Galo.

A partida teve 7 minutos de acréscimo e o time alvinegro conseguiu segurar a vantagem até o final: terceira vitória seguida no campeonato e apenas 3 pontos de distância para a liderança.

Edição: Roberth Costa
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatrizkof@gmail.com

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre os jogos dos times mineiros como repórter freelancer para o BHAZ.

Comentários