UAI Praça Sete suspende atividades temporariamente a partir de hoje

Uai Praça Sete
Alguns serviços serão retomados a partir da segunda-feira (Amanda Dias/BHAZ)

As atividades da UAI (Unidade de Atendimento Integrado) Praça Sete, em Belo Horizonte, estão suspensas temporariamente a partir desta quarta-feira (9). De acordo com o Governo de Minas, a suspensão é uma medida preventiva de segurança em decorrência do agravamento da pandemia de Covid-19 no estado.

Ainda segundo o governo estadual, os cidadãos com horário agendado na unidade estão sendo comunicados por SMS ou e-mail para marcarem uma nova data.

A partir da próxima segunda-feira (14), serão retomados somente os serviços de entrega de carteira de identidade, passaporte, carteira de habilitação e carteira de trabalho, além da prova eletrônica de legislação do Detran-MG (Departamento de Trânsito de Minas Gerais).

Os serviços são realizados apenas com agendamento prévio, feito nos canais oficiais do Governo de Minas – o Portal MG, neste link, e o aplicativo MG APP Cidadão. Ainda segundo o estado, os serviços prestados na unidade também estão disponíveis em formato virtual nestes canais e nas páginas dos órgãos responsáveis pelos serviços.

O Governo de Minas garante que “todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para que a UAI Praça Sete retome o atendimento normal o mais rápido possível”.

Agravamento da pandemia

O estado de Minas Gerais voltou a apresentar tendência de aumento de casos de Covid-19, conforme informado pelo secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, em coletiva de imprensa concedida nessa terça-feira (8). De acordo com ele, a tendência de queda que vinha sendo registrada no estado foi invertida e agora Minas vive um platô com viés de alta em número de casos.

“A ocupação de leitos de UTI não variou em relação à última semana: 80,27% dos leitos de terapia intensiva para Covid-19 [estão ocupados], 77% de enfermaria. Houve até uma pequena queda, mas destacando que o estado continua heterogêneo no momento. Temos regiões com maior ocupação e outras com menor ocupação, algumas regiões vêm sofrendo mais do que outras. Semana passada foram cerca de 51 transferências de pacientes entre regiões, buscando equalizar demanda com oferta de leitos”, comentou.

Edição: Vitor Fernandes
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários