Vaca ‘blogueirinha’ desaparece na Grande BH e dona pede ajuda para encontrá-la

vaquinha desaparecida
Vaquinha atende pelo nome de Anastácia (Reproduçã/@anastaciablogueirinha/Instagram)

A dona da vaca Anastácia, animalzinho de estimação que desapareceu na quarta-feira (21) em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, pede ajuda para tentar localizar a amiga de quatro patas. A tutora registrou ontem (22) um boletim de ocorrência de furto na Polícia Civil e, desde então, mobiliza moradores da região para conseguir reencontrar o animal.

Anastácia tinha acabado de completar um ano e seis meses de vida quando desapareceu da Fazenda Escola do UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte), no bairro Savassi, em Ribeirão das Neves. A dona da vaquinha é a médica veterinária Mariana Perpétuo Dias, que adotou o animal ainda filhote. A tutora saía da capital para visitá-la no município da Grande BH.

Segundo a ativista Val da Consolação, responsável pelo resgate de Anastácia logo no seu nascimento, o animal seria abatido ao nascer por não se encaixar no padrão da indústria. “Infelizmente, na indústria de gado tem alguns animais que não servem para produção, e eles levam o animal para o abate. Foi aí que resgatei ela”, disse.

Anastácia blogueirinha

Anastácia pesa 350 quilos, tem chifres e uma mancha em formato de coração no meio da cabeça. Pelas redes sociais, o perfil da vaquinha é o @anastaciablogueirinha e a dona oferece recompensa para quem localizar o “pet”.

Val informou que o plano de Mariana era levar o animal para a fazenda da família, que fica em Governador Valadares, na região do Rio Doce. “Anastácia ficou algum tempo fazendo tratamento no UniBH. Ela é um animal de estimação, nunca ficou sozinha. É uma tragédia”, lamenta a ativista.

Por nota, o UniBH lamentou a perda do animal e afirmou que houve arrombamento de uma das baias. A área faz divisa com a rodovia BR-040 e teve as cercas cortadas. “O UniBH se solidariza com a tutora e ressalta que está colaborando com as investigações. A instituição reforça ainda que se trata de um caso isolado”, disse (leia na íntegra abaixo).

Já a Polícia Civil informou que “instaurou procedimento para apurar o caso e, até o momento, não houve prisão. As circunstâncias do fato serão investigadas pela 2ª Delegacia de Polícia Civil em Ribeirão das Neves”.

Vaquinha atende pelo nome de Anastácia (Reprodução/@anastaciablogueirinha/Instagram)

Leia a nota do UniBH na íntegra

“O UniBH lamenta o ocorrido na noite da última quarta-feira, na Fazenda Escola instalada dentro da Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, em Ribeirão das Neves, quando houve arrombamento de uma das baias e uma novilha foi levada do local. O animal em questão tem como tutora uma ex-aluna do Centro Universitário.

A área, que faz divisa com a rodovia BR-040 e com outras fazendas da região, teve as cercas cortadas. A instituição esclarece que assim que verificado o arrombamento e a ausência do animal, acionou imediatamente a Polícia Militar, e o Boletim de Ocorrência foi registrado. O UniBH se solidariza com a tutora e ressalta que está colaborando com as investigações. A instituição reforça ainda que se trata de um caso isolado”.

Edição: Giovanna Fávero
Jordânia Andrade
Jordânia Andradejordania.andrade@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Comentários