Home Notícias Internacional Após retirar passageiro à força, empresa aérea promete reembolsar todos os passageiros

Após retirar passageiro à força, empresa aérea promete reembolsar todos os passageiros

reembolsar

A polêmica de um passageiro sendo removido à força de voo continua tendo desdobramentos. O lamentável episódio aconteceu numa aeronave da United Airlines, na qual um homem ficou ferido após ser retirado contra a própria vontade do avião, sendo tratado com violência ao ser arrastado pelo corredor da aeronave. Agora, a United Airlines decidiu reembolsar todos os passageiros do voo em questão.

Megan McCarthy, porta voz da empresa, não especificou se o pagamento será feito em dinheiro, milhas aéreas ou de outra forma. Porém, esse gasto é mínimo perto do prejuízo que a empresa teve com o ocorrido. Segundo o Ad Age, “a iniciativa  segue um evento extraordinário. Raramente uma companhia aérea – ou qualquer empresa – enfrentou o tipo de condenação global que abateu a United nos últimos dias”.

Após os  maus tratos ao passageiro David Dao, as manifestações públicas da empresa a respeito do caso, através de seu CEO, também foram desastrosas. Agora, a United está fazendo de tudo para tentar consertar o estrago.

Entenda o caso

David Dao foi removido da aeronave antes da decolagem, devido a um overbooking – quando a venda de passagens supera o número de lugares disponíveis. O homem foi retirado com violência, inclusive arrastado pelo chão da aeronave. O voo, da companhia United Airlines, partia de Chicago para Louisville, nos EUA. David Dao foi atendido em um hospital de Chicago.

Segundo os advogados que o representam, eles solicitaram na última quarta-feira uma ordem judicial para preservar evidências, incluindo vídeos de câmeras de segurança e lista de tripulantes. Por enquanto, nenhum processo foi aberto.

Comentários

Carregar mais em Internacional