Home Notícias Minas Gerais Em cinco dias, choveu em BH quase a metade do previsto para o mês; no Norte, Velho Chico está muito cheio

Em cinco dias, choveu em BH quase a metade do previsto para o mês; no Norte, Velho Chico está muito cheio

As chuvas que caem de forma intermitente desde o final da tarde desta segunda-feira em Belo Horizonte deverão continuar por mais horas, segundo informou a Defesa Civil de BH no início da noite. A previsão é que até por volta de 22h, o volume de água possa chegar a 50 milímetros. Segundo informação do Corpo de Bombeiros, não há ocorrências na Capital ocasionadas pela chuva das últimas horas.

Mas à tarde, parte do revestimento interno do teto do Shopping Estação, localizado na região Nordeste da Capital desabou por causa das chuvas. Em nota, a direção do shopping informou que o vazamento na tubulação de escoamento de água foi o que ocasionou a queda do gesso, que acabou cedendo por causa do volume de chuva que cai em Belo Horizonte desde a semana passada. Segundo a assessoria, a área foi isolada para limpeza e manutenção, mas já está liberada.

As últimas chuvas são causadas pela Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), uma faixa de nebulosidade persistente que se estende do Atlântico Sul Central ao sul da Amazônia e que é responsável por períodos de enchentes na região Sudeste e veranicos (períodos de estiagem) na região Sul do Brasil.

A chuva está atingindo todo o Estado, não apenas a Capital. Vários municípios ultrapassaram o volume de 200 mm de chuva no período de cinco dias, mas grande parte deste acumulado ocorreu só durante o fim de semana. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Itamarandiba, o volume de chuva atingiu 145,6 mm no período de 24 horas (entre as 10h do domingo e às 10h desta segunda-feira). Esse volume corresponde a quase o dobro da média histórica de chuva para fevereiro, que é de 88 mm. O total de chuva em cinco dias está em 187,4 mm.

Nível do Rio Doce atinge cota de alerta

Em Governador Valadares, o total acumulado desde o dia primeiro de fevereiro chegou a 169 mm. O reflexo de tanta chuva foi sentido no nível do Rio Doce, que subiu na região e atingiu a cota de alerta para transbordamento nesta segunda-feira (5), de acordo com o Serviço Geológico do Brasil. Acima da cota de alerta, vem o aviso de inundação.

Outros municípios do norte e centro-leste de Minas Gerais também tiveram muita chuva nos últimos cinco dias, com acumulados que superaram 200 mm pelo Instituto Nacional de Meteorologia. Destaque para Januária com 273 mm, Montes Claros com 243 mm, Janaúba com 214 mm, Sete Lagoas com 213 mm e Salinas com 209 mm. No norte do Estado, o Rio São Francisco está muito cheio, mas não há informação de transbordamento.

Belo Horizonte acumula desde o dia primeiro de fevereiro 109,6 mm, o correspondente a 43% da média histórica de fevereiro, que é de 206 mm pelo Inmet.

Comentários

Marcelo

Marcelo

Marcelo Freitas é redador-chefe do Bhaz

Carregar mais em Minas Gerais