Morre professora esfaqueada em frente à escola na Grande BH; ex-namorado é suspeito e está foragido

A professora Claudiani Silvia Cardoso Pereira, de 39 anos, esfaqueada na tarde desta quarta-feira (5), em frente à Escola Municipal Alaide de Oliveira Sales, no Bairro Jardim Planalto, em Sarzedo, região metropolitana de Belo Horizonte, não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com informações de populares à Polícia Militar, um homem entrou na escola, armado com uma faca, foi até a sala de professores e ameaçou Claudiani, fazendo-a entrar em um carro. No trajeto da sala até o automóvel, o homem ameaçou funcionários e alunos, caso alguém se intrometesse, segundo consta no boletim de ocorrência.

Claudiani teria sido esfaqueada no nariz, na boca e no ouvido, dentro do carro. Logo após sofrer a violência, ela foi jogada para fora do veículo, em movimento.

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, o suspeito é o ex-namorado da professora, Wallace Alvarenga Chaves, de 30 anos, que está foragido. A PM informou também que o automóvel é um Fiat Doblò prata, de propriedade da professora.

Claudiani foi socorrida por populares e por profissionais do posto de saúde próximo de onde foi jogada do carro, na BR-040, altura do bairro Jardim Vera Cruz.

Quando os militares chegaram, a médica do posto de saúde que estava no local autorizou que eles levassem a vítima à Unidade de Pronto-Atendimento de Sarzedo, onde não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O suspeito ainda está foragido e a Polícia Militar faz buscas na região. O comando da PM informou que viaturas fazem ronda noturna na área onde ocorreu o crime.

Com Cristiana Andrade