Home Notícias BH URGENTE: Barragem da Vale se rompe e Centro de Brumadinho é evacuado

URGENTE: Barragem da Vale se rompe e Centro de Brumadinho é evacuado

Uma barragem de rejeitos de minério da Vale se rompeu, novamente, em Minas Gerais. Desta vez, a estrutura teve uma ruptura na cidade de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, nesta sexta-feira (25). Dezenas de militares do Corpo de Bombeiros e da polícia se mobilizam para fazer o resgate de possíveis vítimas. O Governo de Minas anunciou força-tarefa.

O Centro da cidade de Brumadinho e o museu Inhotim foram evacuados preventivamente. A barragem rompida estava na Mina Feijão, segundo a Vale. “As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local”, afirmou a empresa, por nota (leia na íntegra abaixo).

Reprodução/WhatsApp

O Corpo de Bombeiros informou que foram mobilizados mais de 25 militares, cinco aeronaves e três vans. “O Corpo de Bombeiros por meio do Batalhão de Emergências Ambientais, e a Defesa Civil também já estão no local da ocorrência trabalhando e há dois helicópteros sobrevoando a região. O Governo de Minas Gerais já designou a formação de um gabinete estratégico de crise para acompanhar de perto as ações”, informou, por nota (leia na íntegra abaixo), o Governo de Minas.

Reprodução/WhatsApp

Segundo o tenente Juarez Antonio da Silva, da PM em Brumadinho, a lama do rompimento está se deslocando em direção a rio Paraopeba, que, quando há enchente, invade a cidade. O policial teme que a lama encha o nível do rio e, consequentemente, atinja o município.

Pânico

A evacuação de locais e o fato do rompimento ter ocorrido no horário do almoço geraram desespero em trabalhadores e moradores da região. “Gente, eu trabalho aqui na Vale e estou informando de primeira mão pra vocês que deve ter morrido mais de mil pessoas. Vocês que tem parentes que trabalham aqui, pode ficar preocupado. Eu saí do refeitório e veio aquela onda em cima, se não fosse a caminhonete eu teria morrido”, disse um trabalhador. “Gente, desceu na hora do almoço, então, levou em torno de 1,2 mil pessoas, chutando por alto. Levou restaurante, levou tudo”, afirmou outro.

Reprodução/WhatsApp

“Estourou, Paulão. Não existe mais administrativo, não consigo mais conversar com o pessoal, ninguém, cara. Não existe mais ninguém, está tudo debaixo de terra e barro”, diz outro áudio disseminado pelas redes sociais. “Tem helicóptero e tudo aqui. Aí eu tenho cinco lojas no Centro da cidade, uma bem no meio da avenida, e sempre tem enchente, passa por cima da minha loja. Já evacuei, mas infelizmente tem estoque”, diz outro áudio.

Nota do Governo de Minas na íntegra:

“Uma força-tarefa do Estado de Minas Gerais já está no local do rompimento da barragem em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para acompanhar e tomar as primeiras medidas. O Corpo de Bombeiros por meio do Batalhão de Emergências Ambientais, e a Defesa Civil também já estão no local da ocorrência trabalhando e há dois helicópteros sobrevoando a região. O Governo de Minas Gerais já designou a formação de um gabinete estratégico de crise para acompanhar de perto as ações. Assim que houver mais informações, o Governo de Minas Gerais emitirá novos comunicado”.

Nota da Vale na íntegra:

“A Vale informa que ocorreu, no início da tarde de hoje, o rompimento de uma barragem na Mina Feijão, em Brumadinho (MG). As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local. A Vale acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens.

A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade.

A companhia vai continuar fornecendo informações assim que confirmadas”.

Comentários