Home Notícias Brasil Corpo de modelo mineiro morto em desfile da SPFW é velado em Manhuaçu

Corpo de modelo mineiro morto em desfile da SPFW é velado em Manhuaçu

O corpo do modelo Tales Newton Gomes Alvarenga Soares, conhecido artisticamente como Tales Cotta, de 25 anos, está sendo velado nesta segunda-feira (29), na Capela Velório do Hospital César Leite, em Manhuaçu, na Região da Zona da Mata. O enterro está previsto para as 17h, no Cemitério Municipal da cidade.

Tales morreu no sábado (27) após passar mal em um desfile no São Paulo Fashion Week (SPFW), em São Paulo.

De acordo com a organização da semana de moda da capital paulista, Tales teve um mal súbito neste sábado durante o desfile da marca Också, caiu na passarela e foi imediatamente atendido. Ele chegou a ser socorrido, mas a morte foi confirmada no começo da noite.

Gabrielle Gomes, uma das irmãs de Tales, afirmou que ele não tinha conhecimento de nenhum problema de saúde, nem histórico de ataque de epilepsia ou desmaios. Ela e a mãe, Heloisa Gomes, haviam falado com Tales pouco antes do desfile por videochamada, que ele estava bem, e havia se alimentado no evento.

Tales era vegetariano e alguns modelos afirmaram que ele estava nervoso antes da apresentação e que não havia comido, devido à falta de refeição no camarim. No entanto, uma modelo ressaltou que havia, no mínimo, três opções vegetarianas

A mãe de Tales negou que ele não tivesse se alimentado momentos antes do desfile. “Gostaria de deixar claro aqui principalmente para algumas matérias da mídia que o Tales Cotta não estava sem se alimentar, pq eu como mãe sempre me preocupei com a saúde dele e ele tbm. Poucos minutos antes do desfile foi o o perguntei se havia alimentado e ele me respondeu que tinha comido bastante. Que tinha de tudo no backstage”, escreveu em sua conta em uma rede social.

Tales era formado em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e começou a trabalhar como modelo aos 18 anos. Sua estreia na SPFW aconteceu em outubro do ano passado.

Necropsia pode apontar causa da morte

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, foi solicitado o exame necroscópico da vítima. Procurada pelo BHAZ nesta segunda-feira, para informar sobre o prazo do resultado do exame, a SSP-SP informou que o caso é investigado por meio de inquérito policial. “A autoridade aguarda o resultado dos laudos para identificar a causa da morte”, diz a nota.

Comentários