Home NotíciasBHConfirmada morte de motorista de carro esmagado por caminhão caçamba no Santo Antônio

Confirmada morte de motorista de carro esmagado por caminhão caçamba no Santo Antônio

Foi confirmada a morte de uma mulher, de 59 anos, que estava dentro de um automóvel de passeio na manhã desta segunda-feira (19), no bairro Santo Antônio, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

O carro em que estava, um Honda WR-V de cor vinho, foi esmagado por um caminhão caçamba na rua Aníbal de Matos, que é bastante íngreme.

De acordo com o tenente Sílvio Breygil, do Batalhão de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar (BPTran/PMMG) e que acompanha a ocorrência no local, o caminhão fazia o recolhimento de uma caçamba na Aníbal de Matos e quando engatou o dispositivo no caminhão, perdeu aderência dos pneus no solo.

“Os primeiros relatos do motorista foram de que, no momento em que levantava a caçamba que estava estacionada na rua, o peso da caçamba levantou a parte da frente do caminhão, fazendo com que perdesse a aderência dos pneus com o solo. Dessa forma, o motorista perdeu o controle do caminhão, que desceu a rua ‘arrastado’. A via é muito íngreme”, conta Breygil.

O tenente explicou ao BHAZ que o caminhão desceu a rua, atingindo primeiramente um automóvel Fiat Palio, no qual havia uma pessoa, que não foi ferida. “A primeira batida teve apenas o prejuízo do carro, a pessoa não sofreu nada. Na sequência, o caminhão foi descendo, arrastado, e atingiu o WR-V, onde estava a mulher. Ambos os carros estavam estacionados na via”, esclareceu.

Como o acidente de trânsito envolveu morte, o motorista do caminhão será encaminhado à Delegacia do Detran (Departamento de Trânsito).

Inicialmente, a PMMG e o Corpo de Bombeiros tomaram todas as providências para retirar a vítima do veículo. Os bombeiros passaram cerca de três horas para conseguir acessar o carro de passeio, já que o acidente foi na descida e o caminhão estava sobre o automóvel.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para fazer o socorro no local.

As documentações de ambos os motoristas – da mulher e do condutor do caminhão – estão sendo verificados. A mulher já foi identificada, mas como sua família ainda não foi localizada, não divulgaremos seu nome.

Comentários