Home Notícias Minas Gerais Motorista da 99 Pop desvia de rota, ameaça e estupra passageira: ‘A mais gostosa de todas’

Motorista da 99 Pop desvia de rota, ameaça e estupra passageira: ‘A mais gostosa de todas’

A Polícia Civil vai investigar o caso de uma jovem de 20 anos que denunciou ter sido estuprada por um motorista de aplicativo de transporte, da 99 Pop, na cidade de Araguari, no Triângulo Mineiro, nessa quinta-feira (12).

A passageira embarcou no carro do suspeito para ir da casa do namorado até a própria residência. Ela relatou ter sido ameaçada de morte durante o trajeto e que o homem desviou do caminho previsto, a levando para um local ermo. O condutor, de 28 anos, foi preso em flagrante.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a jovem relatou ter embarcado no carro e que a viagem seguia normalmente, até que o motorista começou a agir de forma estranha. O homem alterou a rota do aplicativo e começou a seguir em direção à represa dos Araras. No caminho, ele teria perguntado se a vítima estava de calcinha e disse que ela era “a mais gostosa de todas”.

Aterrorizada, a jovem começou a enviar mensagens para o namorado, a respeito da situação, e ameaçou pular do veículo para fugir. No entanto, disse que o homem travou as portas e ameaçou estar armado, mostrando um objeto no painel do carro. Ele consumou o estupro logo que chegaram ao local.

A vítima contou ainda que não reagiu por ter sido ameaçada de morte. Depois do crime, o motorista a levou até em casa e entrou na residência. Dentro do imóvel, ele tornou a ameaçar a jovem para que ela não falasse nada a respeito do crime. Ele disse que a mataria juntamente com toda a família.

Mais tarde, a jovem procurou as autoridades para relatar o ocorrido e uma equipe realizou buscas pelo motorista. O homem foi detido no Centro da cidade, mas negou ter cometido o crime. Ele disse que não parou o carro e que não desceu do veículo em nenhum momento. Contou também que apenas alterou a rota a pedido da passageira, que queria chegar mais rápido.

O homem recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado para uma delegacia. Lá, a mulher notou que ele havia trocado de roupa. Segundo ela, o autor usava outras vestimentas no momento do crime. A vítima, por sua vez, recebeu atendimento médico e deixou as roupas que usava para análise.

Agora, o caso está sob responsabilidade da Delegacia de Plantão de Atendimento à Mulher de Araguari, que também deve apurar a possível existência de outras vítimas. A investigação é comandada pela delegada Paula Oliveira.

Procurada pelo BHAZ, a 99 Pop informou por meio de nota (veja na íntegra abaixo) que já apura o caso e que “lamenta profundamente a situação”. Diz ainda que “repudia este tipo de violência e que tem uma política de tolerância zero em relação a isso”.

Nota da 99 Pop na íntegra

A 99 informa que está apurando o caso. A empresa lamenta profundamente a situação, e reitera que repudia esse tipo de violência e tem uma política de tolerância zero em relação a isso.

Uma equipe foi mobilizada para apurar o caso e está buscando contato com a vítima e seu namorado para oferecer todo o acolhimento e suporte necessários. Enquanto isso, o perfil do motorista foi bloqueado da plataforma. A 99 está disponível para colaborar com a polícia, caso necessário.

A segurança é prioridade número um para a 99. Por isso, dedicamos nossos esforços na prevenção, proteção e acolhimento de todos os usuários da plataforma, principalmente para as mulheres. Por conta dessa missão, a 99 investe continuamente em tecnologia para garantir que o serviço seja seguro antes, durante e depois das corridas.

Entre as medidas está a instalação de câmeras de segurança dentro dos carros em Belo Horizonte, um botão de segurança que oferece a opção de compartilhar a rota para contatos de confiança, além de poder ligar para a polícia. Além disso, possui uma apurada inteligência artificial que vasculha automaticamente as avaliações das usuárias ao fim das corridas para a identificação dos casos de assédio ou violência sexual. Com essa tecnologia, a empresa pode priorizar esses casos e acolher a vítima de maneira humanizada mais rapidamente, bem como tomar todas as providências possíveis, que pode incluir bloqueio e colaboração com a investigação das autoridades.

Em caso de qualquer ocorrência de segurança, motoristas e passageiros podem ligar para nossa Central de Segurança no 0800-888-8999 que funciona 24 horas por dia e 7 dias por semana. Este é um canal de atendimento exclusivo para casos de segurança, composta por mais de 130 profissionais, que oferece auxílio imediato e informações do que fazer.

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Comentários