Home Veículos Acelera aí Confira como foi o teste da versão esportiva do Ford Edge

Confira como foi o teste da versão esportiva do Ford Edge


Andamos na versão mais esportiva do SUV Edge, que substituiu a opção Titanium. Também importada do Canadá, ela foi desenvolvida pela divisão de alto desempenho da Ford. Debaixo do capô, a ST tem um motor V6 2,7, de 335cv, que faz o grandalhão de duas toneladas acelerar de 0 a 100km/h em apenas 6,2 segundos. O preço (R$ 299 mil) é alto, mas o canadense o tem uma ampla lista de equipamentos de conforto e segurança.

A versão esportiva ST é a única opção do Edge que a Ford importa para o Brasil. Por fora, destacam-se as mudanças de visual na frente (grade preta do tipo colmeia, tomada de ar inferior no mesmo estilo, capô abaulado e faróis e lanternas em LED), laterais (molduras dos vidros na cor preta, rodas esportivas de 21 polegadas com acabamento na cor preta e saias) e traseira (parte superior da tampa traseira na cor preta e com defletor de ar e saída de escape dupla).

Aquecidos e refrigerados

Com um excelente nível de acabamento, o interior também segue a pegada esportiva das linhas externas. Chamam a atenção os bancos esportivos revestidos em couro e camurça e com aquecimento e refrigeração e ajuste elétrico em 10 posições, o volante e as soleiras personalizadas, o botão seletor de marchas que substitui a alavanca no console, a tela central de bom tamanho e sensível ao toque do sistema multimídia e, devido à boa distância entre-eixos (2,85m), um amplo e confortável espaço interno.

Leia também: Edge ST é mais esportivo

Além do espaço de sobra para ocupantes (cinco adultos viajam folgados no Edge) e bagagens (porta-malas de 602 litros), o conforto é completado por itens bem interessantes, como dois monitores de oito polegadas para acesso ao multimídia Sync 3 e reprodução de DVD com fones de ouvido para o banco traseiro, carregador sem fio para celular, abertura do porta-malas com os pés, teto solar panorâmico elétrico e um som de altíssima qualidade (da Bang&Olufsen).

Segurança sofisticada

O pacote de segurança é bem completo, incluindo faróis com ajuste automático de altura dos fachos, oito airbags, alerta de colisão, assistente autônomo de frenagem com detecção de pedestres, monitoramento de ponto cego, detector de mudanças de faixa, sensor de tráfego traseiro, monitoramento da pressão dos pneus e sensor de tráfego traseiro.

Leia também: Teste do Ecosport Titanium 1.5

Com uma dupla bem afinada de motor (2.7 V6 biturbo, de 335cv) e câmbio (automático de oito marchas), o Edge ST tem um fôlego incrível nas acelerações e um funcionamento suave. Para retomadas mais rápidas, melhor usar as trocas manuais junto ao volante. Levando em conta que o modelo tem motor V6 e pesa mais de duas toneladas, as médias de consumo registradas pelo computador de bordo na cidade (cerca de 7,2km/l) e na estrada (em torno de 11,6km/l) são bem razoáveis. A suspensão absorve bem as irregularidades do piso, mas merecia um melhor acerto esportivo para deixar o carro mais na mão. A direção também poderia ter uma relação mais direta.

Texto e fotos: Eduardo Aquino  

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, V6, 24 Válvulas, bi-turbo, 2.688cm³ de cilindrada, gasolina, que gera potência de 335cv a 5.550rpm e torque de 54,5kgfm a 3.250rpm

Transmissão – Tração integral e câmbio automático de 8 marchas

Suspensão – Dianteira, independente, tipo McPherson; e traseira, multlink

Direção – Assistência elétrica

Freios – A disco nas quatro rodas, sendo ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Dimensões – Comprimento, 4,79m; largura, 1,92m; altura, 1,73m; e entre-eixos, 2,85m

Rodas e pneus – Rodas de liga leve de 21 polegadas, calçadas com pneus 265/40 R21

Tanque – 70 litros

Porta-malas – 602 litros

Peso – 2.031 quilos

Principais equipamentos – Oito airbags, sistema Start-Stop, sistema de abertura automática (sem as mãos) da tampa do porta-malas, central multimídia SYNC® 3 com Android Auto e Apple CarPlay, teto solar panorâmico elétrico, bancos dianteiro esportivos aquecidos e refrigerados com ajuste em 10 posições, sistema de som Bang&Olufsen com 12 alto-falantes, memórias para ajuste de posição da direção, banco do motorista (exceto lombar) e espelhos retrovisores; dois monitores com fones de ouvido e DVD no banco traseiro, carregador de celular sem fio, controles eletrônicos de tração e estabilidade, sistema de segurança Ford CoPilot 360 (faróis com ajuste automático de facho, detector de mudança de faixa, alerta de colisão, dispositivo auxiliar em manobras evasivas, controle automático de velocidade adaptativo com Stop & Go, detector de pontos cegos, sensor de tráfego traseiro e sistema de estacionamento autônomo).

Preço – R$ 299.000



Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários