Home Notícias Minas Gerais Acidente que matou 3 pessoas em MG foi provocado por jovens bêbados

Acidente que matou 3 pessoas em MG foi provocado por jovens bêbados

Dois jovens de 23 anos foram presos suspeitos de terem causado o acidente que matou três pessoas e deixou mais de 20 feridas na BR-365, em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, nesse domingo (29). No momento da batida, os suspeitos estavam embriagados e fugiram sem prestar socorro.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), apesar da fuga, eles foram abordados logo após o acidente, em um posto de fiscalização. Os dois apresentavam sinais de embriaguez, comprovada pelo etilômetro, e admitiram participação no acidente.

Segundo testemunhas, o carro ocupado pelos jovens saiu de uma estrada de terra e entrou de uma vez na rodovia, sem fazer qualquer parada. O motorista do ônibus da empresa Gontijo precisou ir para a contramão da BR, na tentativa de desviar-se do veículo. Nesse momento, acabou batendo de frente na carreta que seguia no sentido contrário. O impacto fez com que os dois veículos pegassem fogo.

O portal Triângulo Notícias apurou junto à polícia local que os jovens confessaram participação no acidente. O teste do etilômetro apontou que eles haviam ingerido bebida alcoólica antes de assumir a direção.

O rapaz que dirigia o Ford Fiesta no momento do acidente apresentava 0,31 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. O outro, que assumiu o veículo após a batida estava com 0,71 miligramas por litro. A medição aceitável pela Lei Seca é de 0,05 mg/L.

O grave acidente matou o motorista da carreta, de 47 anos, e outros dois passageiros que estavam no ônibus. Mais de 20 pessoas foram socorridas e levados ao Hospital Regional Antônio Dias.

O BHAZ entrou em contato com a PRF de Patos de Minas e foi informado que os jovens estão na Delegacia de Polícia Civil prestando depoimento na manhã desta segunda-feira (30). Eles podem responder pelos crimes de embriaguez ao volante, omissão de socorro e homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Comentários