Gugu tem morte confirmada; apresentador deixa legado

gugu liberato suposto namorado
RecordTV/Divulgação

O apresentador Gugu Liberato, de 60 anos, teve a morte confirmada na noite desta sexta-feira (22). apresentador da RecordTV sofreu uma queda em sua mansão em Orlando, no Estado da Flórida, nos Estados Unidos. Ele caiu de uma altura de 4m enquanto concertava um equipamento de ar condicionado. Gugu foi hospitalizado em estado grave na quarta-feira (20).

Na quinta-feira, colunistas de veículos de comunicação chegaram a anunciar a morte do apresentador. Inicialmente, Reinaldo Azevedo afirmou, ao vivo, durante o programa “O É da Coisa”, da rádio BandNews FM.

+ Colunistas anunciam morte cerebral de Gugu Liberato: ‘Um abraço solidário à família’

Mais tarde, a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, também publicou sobre um suposto diagnóstico de morte cerebral. “A Record TV segue mantendo a morte de seu funcionário em sigilo até que a família chegasse ao hospital e planejou um pronunciamento oficial sobre o falecimento às 21h”, dizia o texto da colunista.

Carreira na TV

Antônio Augusto de Moraes Liberato, conhecido como Gugu Liberato, nasceu em São Paulo, no dia 10 de abril de 1959. Na adolescência, enviava cartas ao empresário Silvio Santos, com sugestões de programas para a TVS (atual SBT). Aos 14 anos, apareceu pela primeira vez na TV, ao participar de uma gincana. Aos 15, conseguiu uma vaga de auxiliar de escritório emissora do dono do Baú.

O jovem caiu nas graças de Silvio e foi recebendo e aproveitando oportunidades na carreira. Foi assistente de produção, repórter, redator e ganhou sua primeira apresentação em 1981, na Sessão Premiada, uma atração de filmes da emissora.

Em 1982, ganhou o Viva a Noite, apresentado ao vivo nas noites de sábado. O programa foi sucesso de audiência durante uma década. Em 1983, Gugu se formou em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. No ano seguinte lançou fenômenos musicais brasileiros como Dominó e Polegar, montou uma produtora (GGP) por meio da qual criava comerciais, programas e séries.

Em 1987, no auge do sucesso do Viva a Noite, Gugu chegou a assinar um contrato com a Rede Globo. Porém, em pleno Carnaval de 1988, Silvio Santos foi, pessoalmente, à sala de Roberto Marinho, no jornal O Globo, pedir a liberação do apresentador para permanecer no SBT. Ele também pagou a rescisão do contrato à Globo. Silvio iria passar por uma cirurgia delicada e fez uma proposta milionária a Gugu, oferecendo grande parte da programação dominical. Para se ter uma ideia, o salário do apresentador aumentou em dez vezes, mais os ganhos com publicidade.

Além de apresentar programas como Passa ou Repassa (1988-1994), Cidade contra Cidade (1988), TV Animal (1989-1993), Corrida Maluca (1989-1991), Nações Unidas (1992-1993) e Sabadão Sertanejo (1991), o grande salto na carreira de Gugu foi o Domingo Legal, veiculado de 1993 a 2009. Um sucesso estrondoso que incomodava a Globo nas tardes de domingo, até então confortável com o primeiro lugar na audiência. No DL, criou quadros que marcaram a história da televisão. Táxi do Gugu, Banheira do Gugu e De Volta para a Minha Terra, agrandando ou não, se tornaram marcas inesquecíveis da história da TV brasileira.

Em 2009, Gugu assinou um contrato de oito anos com a Record, onde apresentou o Programa do Gugu, de 2015 a 2017. Entre idas e vindas na emissora da Barra Funda, atualmente o apresentador estava à frente de dois realities: O Power Couple Brasil e o Canta Comigo, este segundo, ainda no ar.

Cinema e música

Gugu Liberato também participou de diversos filmes, como Xuxa e os Duendes (2001), O Noviço Rebelde (1997), Uma Escola Atrapalhada (1990), Os Trapalhões na Terra dos Monstros (1989), O Casamento dos Trapalhões (1988), Os Fantasmas Trapalhões (1987) e Padre Pedro e a Revolta das Crianças (1984).

Na música, emplacou sucessos como Docinho, Docinho, Baile dos Passarinhos e Pintinho Amarelinho e o CD Gugu Para Crianças (2002).

Vida pessoal discreta

Gugu adotou um estilo de vida discreto. Fora das câmeras, não participava de eventos badalados. Era casado com a médica Rose Miriam Di Matteo, com quem tem um relacionamento de quase 20 anos e três filhos: João Augusto, nascido em 2001, e as gêmeas Sofia e Marina, nascidas em 2003.