Home NotíciasInternacionalApresentadora expulsa ao vivo advogado que negou tortura no Chile

Apresentadora expulsa ao vivo advogado que negou tortura no Chile

Durante a exibição ao vivo do programa Bienvenidos 13, na última sexta-feira (29), a apresentadora surpreendeu os telespectadores com um pedido inusitado a um dos convidados. Tonka Tomicic, que conduz o programa de TV do Chile, pediu que o advogado Hermógenes Pérez de Acre se retirasse do estúdio após negar a existência de tortura durante ditadura no país (assista ao vídeo abaixo).

“Não se pode compartilhar o espaço televisivo com uma pessoa que está negando parte da história do Chile”, afirma Tomicic. Porém, o advogado permaneceu com sua afirmação, o que revoltou os outros convidados da atração. Em seguida, a apresentadora solicitou que Pérez deixasse o programa.

Após ser expulso, o advogado, que é muito próximo do ditador Augusto Pinochet, alegou ter sido censurado pela jornalista. Contudo, documentos e testemunhas provam que a ditadura chilena foi muito sangrenta, deixando cerca de 3,2 mil mortos e desaparecidos no período. Cerca de 40 mil pessoas foram presas e torturadas por razões políticas.

Além disso, o episódio ocorreu em meio às maiores mobilizações populares em três décadas no Chile. A população está nas ruas em protesto contra as políticas neoliberais do governo de Sebastián Piñera. As manifestações têm sofrido fortes repressões de agentes militares, que já deixaram mais de 20 mortos e 200 cegos.

Comentários