Home Notícias Brasil Estudante engana Jornal Hoje e zoa Bolsonaro de ‘forma cifrada’: ‘Juventude criativa’

Estudante engana Jornal Hoje e zoa Bolsonaro de ‘forma cifrada’: ‘Juventude criativa’

Em tempos de polarização política, os protestos estão ficando cada vez mais criativos. Um exemplo foi a engenhosa estudante de coreano que conseguiu veicular no Jornal Hoje, da Rede Globo, sua manifestação política. Desavisada, a emissora transmitiu a frase “Fora Bolsonaro”, em coreano.

O jornal da tarde da Globo veiculou nessa terça-feira (14) uma reportagem sobre alunos que estão tendo aulas de coreano em escolas públicas no Rio de Janeiro. Uma das estudantes entrevistadas foi Melissa Santos, de 17 anos. Na hora de mostrar o que tem aprendido, a jovem escreveu a polêmica frase no quadro.

A tradução literal da frase não faria sentido em coreano, no entanto, a estudante usou fonemas para que a leitura fosse “Fora Bolsonaro”. Na internet, a brincadeira da garota dividiu opiniões. Enquanto alguns bolsonaristas criticavam, opositores ao presidente exaltavam.

Protesto com alcance nacional

A frase escrita na lousa pela estudante se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter nessa terça-feira (14). Detalhe: nas redes sociais, repercutiu a versão coreana da frase, 보우서나러.

Até mesmo algumas figuras políticas comentaram a brincadeira da jovem. Como o senador pernambucano Humberto Costa e o deputado carioca Marcelo Freixo. “Essa juventude é muito criativa mesmo”, escreveu Freixo.

No entanto, para os apoiadores de Bolsonaro a brincadeira não teve graça. Nos comentários nas redes sociais, “comunista” e “lacradora” foram algumas das reações mais leves. “Ahhhh claro, isso nem foi combinado antes com essa jumentinha de vermelho aí não”, comentou um usuário do Twitter.

Globo recua

Após a reportagem ser veiculada e a Rede Globo perceber o que havia acontecido, a emissora fez alterações na matéria. A versão disponibilizada na internet não contém o trecho em que Melissa escreve no quadro.

Além disso, em nota enviada à Folha de São Paulo, a Globo tratou a situação como um equívoco. “O Jornal Hoje lamenta ter sido vítima da brincadeira de uma aluna”, acrescentou.

Comentários