Idoso de 97 anos precisa de doação de sangue e família pede ajuda

Arquivo pessoal/Daniel Costa + Marcelo Camargo/Agência Brasil

A família de Caetano José de Carvalho, conhecido como o Nô da Padaria, pede ajuda aos moradores de Belo Horizonte e região metropolitana. O amado parente, com 97 anos, passou por cirurgia e precisou fazer transfusões de sangue.

Nô é aposentado, cruzeirense e bastante querido em João Monlevade, cidade da região Central de Minas onde, inclusive, já foi homenageado pela prefeitura local.

Os interessados não precisam agendar. Basta comparecer na clínica Vita Hemoterapia, na rua Juiz de Fora, 941, bairro Barro Preto, das 7h30 às 16h. Qualquer tipo sanguíneo é bem-vindo.

Estão aptos a doar pessoas entre 50kg e 125kg; de 16 a 69 anos; com bom estado de saúde, que estejam descansadas e bem alimentadas; e com intervalo de doações de 60 dias para homens (máximo 4 por ano) e de 90 dias para mulheres (máximo 3 por ano).

Após a doação, o doador será encaminhado para um lanche para auxiliar na sua hidratação e repor o volume doado.

“Como um banco de sangue privado, nosso grande objetivo é ser o selo e garantia de qualidade, do atendimento e recebimento da doação, passando por inúmeros testes realizados no sangue doado, o armazenamento das bolsas liberadas e chegando ate a transfusão para salvar a vida de um paciente”, afirma Vita.

Veja outras condições para doação aqui e respostas para perguntas frequentes aqui.