Home NotíciasBHMulher que testou positivo para coronavírus morre em Nova Lima e família desabafa: ‘Respeitem a dor’

Mulher que testou positivo para coronavírus morre em Nova Lima e família desabafa: ‘Respeitem a dor’

mulher positivo para coronavírus morre grande BH

Uma mulher que morreu na noite desse domingo (29), em um hospital de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, testou positivo para coronavírus. É o que confirma o infectologista da própria unidade de saúde, o Biocor. A família pediu respeito àqueles que defendem o fim das medidas de isolamento: “espero, fortemente, que não passem pelo que minha família está passando”.

“A morte já foi comunicada à Prefeitura de Nova Lima que, agora, deverá repassar as informações ao Estado”, afirmou ao BHAZ o infectologista da unidade e presidente da Sociedade Mineira de Infectologia, Estevão Urbano. A informação foi publicada inicialmente pelo G1.

Esta morte pode ser, portanto, a primeira confirmada oficialmente em Minas Gerais. Procurada, a SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), se limitou a dizer que concentra a divulgação de informações em seus boletins diários.

“Os óbitos suspeitos de Covid-19 ainda aguardam a realização de exames laboratoriais e levantamento de informações clínicas e epidemiológicas. Sempre que houver atualização nessas informações, serão amplamente divulgadas”, diz em trecho de nota (leia na íntegra abaixo).

Leia também:  BR-381, em Betim, é parcialmente interditada após rompimento de tubulação

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado ontem pela SES-MG, até o momento, são 28,7 mil casos suspeitos para Covid-19 e 231 casos confirmados. Há ainda 20 óbitos em investigação. Os dados devem ser atualizados ainda nesta segunda-feira (30).

O Biocor, por sua vez, afirma que não tem “autorização para dar nenhuma informação ou apresentar qualquer dado referente a paciente”, em trecho de nota divulgada (leia na íntegra abaixo).

Desabafo

“Só tenho uma coisa a dizer: espero, fortemente, que não passem pelo que minha família está passando”, diz trecho de desabafo publicado no Facebook pela nora da vítima. O texto foi publicado pelo portal G1.

“Para os que estão defendendo acabar o isolamento. Para os que estão defendendo o comércio de volta. Porque a economia vai “quebrar”… Para os questão defendendo as falas contra a ciência. Para os que estão defendendo que alguns milhares de mortes por coronavírus não significam nada frente a quebradeira da economia”, introduz.

Leia também:  Desaparecimento de homem em córrego de BH mobiliza bombeiros

“Quanta dor você ver um ente amado sozinho em um leito de UTI, isolada, se sentindo abandonada, porque um vírus maldito ceifou seus pulmões lhe tirando o oxigênio e sua imensa alegria”, acrescenta a mulher no post (leia na íntegra abaixo).

Nota da SES-MG

“A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que todas as informações relacionadas ao coronavírus são divulgadas, diariamente, em nosso site por meio do boletim epidemiológico. Vale ressaltar que, até o presente momento, não há óbitos confirmados por covid-19 em Minas Gerais. Os óbitos suspeitos de Covid-19 ainda aguardam a realização de exames laboratoriais e levantamento de informações clínicas e epidemiológicas. Sempre que houver atualização nessas informações, serão amplamente divulgadas”.

Nota do Biocor

“Por uma questão ética de sigilo e confidencialidade, nós do Biocor Instituto não temos autorização para dar nenhuma informação ou apresentar qualquer dado referente a paciente”.

Postagem da nora na íntegra

“Para os que estão defendendo acabar o isolamento.

Para os que estão defendendo o comércio de volta. Porque a economia vai “quebrar”…

Para os questão defendendo as falas contra a ciência.

Para os que estão defendendo que alguns milhares de mortes por coronavírus não significam nada frente a quebradeira da economia.

Só tenho uma coisa a dizer: espero, fortemente, que não passem pelo que minha família está passando!

Quanta dor você ver um ente amado sozinho em um leito de uti, isolada, se sentindo abandonada, pq um vírus maldito seifou seus pulmões lhe tirando o oxigênio e sua imensa alegria.

Espero que não tenham nunca que ficar em casa inerte, enquanto o corpo de seu familiar está sendo cremado sem que nenhum parente possa se despedir e homenagear.

Quanta tristeza, meu Deus!!!!

Reflitam, repensem, se coloquem no lugar de tantas famílias que estão passando o que a nossa família está passando.

Respeitem a dor de tantas pessoas. Gostaria imensamente que os governantes fossem mais respeitosos com cada vida seifada e sufocada pelo coronavírus.

Sr. Ministro Mandetta se mantenha técnico e firme, não se deixe abater por ignorância. Mais amor e mais empatia”.

Rafael D'Oliveira

Rafael D'Oliveira

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Comentários