Buteco em casa! Com festival adiado, Comida di Buteco inicia delivery em BH

comida di buteco delivery
Ação acontecerá pela primeira vez em 20 anos de história do concurso (Imagem ilustrativa: Reprodução/Instagram/@_comidadibuteco)

Um dos eventos que precisou ser adiado por causa da pandemia do novo coronavírus foi o tradicional Comida di Buteco, muito aguardado por vários belo-horizontinos. E para não deixar ninguém na vontade, o festival deu um jeito de viabilizar o happy hour em casa: a partir desta quinta-feira (14) os restaurantes participantes vão disponibilizar um cardápio especial para delivery.

A ação, batizada de #ButecoDiCasa, vai contar com a participação de 40 restaurantes da capital. Entre eles, alguns já tradicionais, como o Café Palhares e o Bar Mercado Central, e o atual campeão do concurso, o Tanganica Art Bar, com seus quitutes veganos. A ideia é que os consumidores consigam aproveitar o melhor da culinária regional mesmo em isolamento.

Os bares vão disponibilizar, no mínimo, cinco opções de pratos ou petiscos. O cardápio do #ButecoDiCasa ficará disponível exclusivamente no aplicativo 99Food, parceiro do festival para esta ação. Para identificar os participantes, basta clicar no banner de destaques do app e procurar os bares com o selo Comida Di Buteco.

E tem mais: a cada pedido, os consumidores vão ganhar também uma porção de batata frita com ketchup e uma Coca-Cola sem açúcar!

O festival

Nascido na capital mineira no ano 2000, o tradicional concurso Comida di Buteco cresceu e ganhou espaço em outras 21 cidades brasileiras. Neste ano, devido às medidas de isolamento social, o evento foi remarcado para 10 de julho e o #ButecoDiCasa foi criado para dar um “spoiler” do festival.

Agora, pela primeira vez desde que foi criado o concurso, o cliente não vai precisar ir até o bar para experimentar os pratos. O objetivo da ação é incentivar a economia e cultura local, além de relembrar as delícias do cardápio desses estabelecimentos.

Lilian Rodrigues dos Santos Lima, proprietária do Bar e Restaurante Pompéu, destaca que a ação será importante neste momento: “Acredito que vai nos ajudar com as vendas. Antes não trabalhávamos com entregas, mas agora que os clientes estão se acostumando com essa facilidade, estamos pensando em seguir com a opção após o período de quarentena”, revela.

E para quem não faz happy-hour sozinho, uma opção é enviar os petiscos selecionados para a turma e marcar um encontro online para colocar a conversa em dia.

Confira abaixo alguns dos bares cadastrados:

222
Antônio Pé de Cana
Bar da Praça
Bar do Gil
Bar do João (São João Batista)
Bar do Louro
Bar Du Du
Bar Mercado Central
Bar Pompéu
Boogie Oogie
Buteco’s
Café Palhares
Cantim Noir
Cervejaria Pajé
Já To Inno
Leo da Quadra
Mulão
Recanto Vovó Tela
Tanganica Art Bar
Zé Bolacha

Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.