Corpos de pescadores são localizados após acidente de barco em Minas

bombeiros encontram corpos pescadores rio das velhas
Moradores relataram ter ouvido gritos durante a noite (Fernando Piancastelli/CBH Velhas + Divulgação/CBMMG)

O CBMMG (Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais) encontrou, neste domingo (14) os corpos de Cléber Antônio de Moura e Paulo Henrique Ferreira, pescadores que desapareceram na última quinta-feira (11) no Rio das Velhas, na altura do município de Inimutaba, na região Central de Minas. Os corpos foram encontrados a 500 metros do local onde supostamente aconteceu o naufrágio a embarcação em que eles estavam.

Conforme familiares relataram aos bombeiros, Cléber, de 56 anos, e Paulo, de 46, saíram para pescar na noite de quinta-feira, a bordo de um barco com um pequeno motor. Os pescadores iriam voltar para a casa onde estavam alojados ainda na mesma noite, mas não retornaram.

Gritos e agitação

Na manhã de sexta-feira (12), preocupados, alguns moradores se uniram e iniciaram as buscas no leito do Rio das Velhas, próximo à comunidade de Araças. Sem sucesso, eles resolveram comunicar o desaparecimento ao Corpo de Bombeiros que iniciou as buscas no mesmo dia.

A equipe de militares utilizou um jet ski para chegar a pontos de pesca conhecidos na região, em busca de alguma informação sobre o paradeiro dos desaparecidos. Pescadores que estavam acampados nas encostas dos rios contaram aos bombeiros que, durante a noite, ouviram vários gritos vindos do rio, mas, como havia muita gente na região, acreditaram ser alguma brincadeira.

Moradores ribeirinhos também relataram ter ouvido gritos vindos do leito do rio e percebido os cachorros muito agitados. O pai de uma das vítimas chegou a contar aos bombeiros que o barco estava danificado e tinha algumas adaptações e que, por isso, é possível que tenha acontecido algum acidente náutico próximo ao rancho onde eles estavam.

Os corpos foram encontrados neste domingo, mas as equipes não localizaram a embarcação dos pescadores.

Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.