Home NotíciasBrasilFerrari fura sinal vermelho e PM dispara: ‘Não quero saber quem é você’

Ferrari fura sinal vermelho e PM dispara: ‘Não quero saber quem é você’

pm aborda ferrari

Após uma Ferrari furar o sinal vermelho, uma abordagem policial firme chamou a atenção em Brasília (DF). O condutor do veículo foi obrigado a descer e colocar as mãos na cabeça enquanto o policial realizava o trabalho. O militar disse ao homem que não interessava quem ele era, que apenas deveria cumprir a ordem e colocar as “mãos na cabeça”.

Com o delito, a viatura da PM seguiu o carro na região Sul da capital brasileira, até que o condutor estacionou após a ordem dos policiais. O vídeo, que viralizou nas redes sociais, foi registrado por moradores da região.

Leia mais: PM afastado invade apartamento e agride vizinhas com cassetete

O caso aconteceu no último domingo (26), por volta das 17h. Nas imagens, é possível ver e ouvir a abordagem. “Para trás do veículo, mãos na cabeça. Abre as pernas. Não quero saber quem é você”, disse o policial, em tom firme, para o homem descer do carro. De acordo com a PM, “nada de ilícito foi encontrado com o motorista”.

O condutor não teve a identidade revelada, foi autuado pela infração e liberado na sequência. Segundo o CBT (Código de Trânsito Brasileiro), furar o sinal vermelho rende multa de R$ 293,47, além de sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Leia mais: Mayra Cardi está proibida de citar o nome de seu ex, Arthur Aguiar

‘Carteiradas’

O caso acontece após dois episódios de “carteirada” que repercutiram nacionalmente. No primeiro, um casal de engenheiros civis atacaram um fiscal que controlava uma aglomeração no Rio de Janeiro. O outro caso é do desembargador que humilhou guardas ao ser solicitado que colocasse uma máscara de proteção obrigatória por conta do novo coronavírus.

Repercussão

Nas redes sociais, as pessoas apoiaram a atitude dos policiais militares na abordagem. Veja a repercussão:

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva da UOL.

Comentários