Vítimas de tragédia se deslocavam para o trabalho no momento da batida

mortos acidente van patos de minas
Leandro, Rubens, Magno e Walison deixam famílias e saudade (Arquivo pessoal)

Os 11 mortos ocupantes da van no gravíssimo acidente na BR-365 se deslocavam, durante a madrugada deste domingo (20), para o trabalho. Oriundos do Norte mineiro, os trabalhadores tinham como destino a cidade de Patrocínio, no Alto Paranaíba, onde fariam colheita de café. Eles estavam a cerca de 100 km do município almejado em uma viagem de aproximadamente 600 km. O motorista do caminhão envolvido na batida com a van também morreu.

A batida frontal com um caminhão ocorreu em um trecho conhecido conhecido como Curva dos Moreiras, entre as cidades de Patos e Varjão de Minas. Segundo os bombeiros, a causa do acidente pode ter sido um grande galho que ocupava a pista em direção a Patrocínio, justamente a que seguiam os trabalhadores na van. “Ao atingir a contramão, foi atingida violentamente por um caminhão carregado com limões, que trafegava no sentido contrário”, afirmou, por nota, o Corpo de Bombeiros.

12 mortos acidente van caminhão patos de minas
Van e caminhão ficaram destruídos com a batida (Maurício Rocha/Patos Hoje)

Mesmo sendo impossível determinar com precisão, a presença do pedaço da árvore no meio da pista pode ter ocorrido por causa de uma queimada, já que o tronco estava queimado.

Luto

Todas as vítimas da van eram de quatro cidades próximas do Norte de Minas: São João da Ponte (25 mil habitantes), Januária (67 mil), Pedras de Maria da Cruz (12 mil) e Brasília de Minas (32 mil). “Os nossos corações sangram a dor de perder vocês 💔😭 As nossas orações a todas as vítimas dessa tragédia”, desabafou Andressa Muniz, parente de três vítimas, em rede social.

As vítimas possuíam de 9 a 51 anos:

  • Walison Soares Cordeiro (motorista da van), 27 anos, São João da Ponte (MG)
  • David Fernandes da Silva, 41 anos, São João da Ponte (MG)
  • Leandro Pereira da Silva, 35 anos, São João da Ponte (MG)
  • Magno Pereira Oliveira, 36 anos, São João da Ponte (MG)
  • Rubens Pereira da Silva, 30 anos, São João da Ponte (MG)
  • Junio Antunes de Jesus, 25 anos, Brasília de Minas (MG)
  • Tamires Alves Pereira, 13 anos, Pedras de Maria da Cruz (MG)
  • Daniel Alves do Nascimento Junior, 38 anos, Pedras de Maria da Cruz (MG)
  • Victor Eduardo Mota, 9 anos, Januária (MG)
  • Elizabete Carneiro de Mota, 51 anos, Januária (MG)
  • João Pedro Cardoso Martins, 14 anos, Januária (MG)
  • Renato Santos Dantas (motorista do caminhão), 31 anos, Itabaiana (SE)

Q triste notícia meu Deus, não caiu a fixa ainda q vc se foi tão cedo cunhado 😭 💔 descansa em paz cunhado😭😭😭

Posted by Alice Pereira Cruz on Sunday, September 20, 2020

O único sobrevivente do acidente é Mário Teixeira Xavier Junior, de 26 anos, que foi internado em estado grave no Hospital Regional de Patos de Minas. A reportagem confirmou na manhã desta segunda-feira (21) que o rapaz nascido em Januária está no CTI (Centro de Terapia Intensiva) da unidade hospitalar.

Memórias

Moradores da zona rural de São João da Ponte, em uma comunidade chamada João Moreira, três das vítimas eram da mesma família: Rubens e Leandro eram irmãos e Magno, primo deles. “Eram meus primos, pessoas maravilhosas, cheias de vidas e sonhos. Construíram famílias lindas. Pessoas grandiosas que vão nos deixar muita saudade”, conta ao BHAZ Andressa Muniz.

Leandro, o mais velho, deixa três filhos e a mulher, enquanto Rubens deixa a mulher e o filho. “O Leandro era muito responsável, sempre lutou pra conquistar os seus sonhos e objetivos. Uma pessoa muito amiga, conselheiro, super paizão, muito família… Sempre cuidando da família. Gostava muito de futebol, um dos melhores jogadores de João Moreira”, relata Andressa.

“O Rubens era nosso goleiro mais famoso da região. De um sorriso fácil, cheio de vida, sempre fazendo as pessoas sorrirem… sempre querendo aprender coisas novas, tinha uma paixão enorme pelo seu filho e por futebol”, diz. “Magno era uma pessoa maravilhosa, gostava de uma farra, de celebrar com os amigos. Pessoa carismática incrível… por onde passava deixava sua alegria”.

Violência nas estradas

Minas teve uma sequência de acidente violentos nos últimos dias. Na madrugada de sexta-feira (18), quatro pessoas de uma mesma família, incluindo um bebê com nove meses de vida, morreram após o carro onde estavam ser prensado por dois caminhões. A batida ocorreu na BR-381, no trecho conhecido como Rodovia da Morte, que liga a Grande BH a Vitória (ES), na região Central do estado mineiro.

No mesmo trecho, pouco depois, na mesma sexta, outro grave acidente. Enquanto a batida da madrugada foi registrada no km 403, a de horas depois ocorreu no km 414. O engavetamento causado por uma carreta bitrem carregada de melancias envolveu outros cinco veículos, sendo dois carros e três caminhões, e deixou um morto e outras nove vítimas em estado grave.

No sábado, uma menina de cinco anos, um adolescente de 17 e um homem de 48 morreram em um acidente entre dois veículos na BR-267, na altura do município de Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Thiago Ricci
Thiago Riccithiago.ricci@bhaz.com.br

Editor-executivo do BHAZ desde agosto de 2018, cargo ocupado também entre 2016 e 2017. Jornalista pós-graduado em Jornalismo Investigativo, pela Abraji/ESPM. Editor-chefe do SouBH entre 2017 e 2018; correspondente do jornal O Globo em Minas Gerais, entre 2014 e 2015, durante as eleições presidenciais; com passagens pelos jornais Hoje em Dia e Metro, TVs Record e Band, além da rádio UFMG Educativa, portal Terra e ONG Oficina de Imagens. Teve reportagens agraciadas pelos prêmios CDL, Délio Rocha, Adep-MG e Sindibel.

Comentários