Pai ameaça ‘picar’ a filha com facão e atirar contra ela na Grande BH

viatura polícia militar
PM foi acionada para atender a ocorrência (FOTO ILUSTRATIVA: Yuran Khan/BHAZ)

Um idoso de 73 anos foi preso, na noite de ontem (16), após tentar matar a própria filha, de 45, e ferir o genro, de 39, no bairro Florença, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. A motivação para a agressividade é desconhecida. A filha do idoso contou que o ataque pegou todos de surpresa. O suspeito ainda usou uma arma para “queimar” a familiar.

A filha do idoso disse, de acordo com a PM (Polícia Militar), que estava em casa, quando o pai chegou com o facão falando que iria “picá-la”. O marido dela evitou a tragédia e conseguiu segurar o punho do sogro. Apesar disso, ele teve um ferimento no dedo polegar. O casal pediu ajuda aos vizinhos e fugiu para a rua. Enquanto isso, o idoso abandonou o facão em uma horta.

Logo depois, o suspeito voltou para a casa, pegou uma arma de fogo, e disse que ia “queimar” a filha. Ele ainda ameaçou atirar contra a moça. O idoso desistiu após ser avisado de que a PM havia sido chamada e estava a caminho. Ele, então, jogou a arma em um telhado, voltou para a residência e aguardou até a chegada da corporação.

Agressões constantes

Em conversa com os militares, a filha do idoso disse que o pai é uma pessoa agressiva e que, por conta disso, ela saiu de casa quando tinha 14 anos. A mulher foi reencontrar o pai depois de 10 anos. O idoso ficou em silêncio ao ser questionado sobre a motivação do crime.

O genro do suspeito foi socorrido para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Justinópolis. O idoso foi preso e levado para a Delegacia de Plantão de Ribeirão das Neves. A polícia apreendeu o facão e a arma de fogo utilizados na tentativa de homicídio.

Edição: Aline Diniz
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários