Novo protesto contra fechamento do comércio terá ‘aulão fitness’ na porta da PBH

manifestação comércio
Primeira manifestação pedindo reabertura do comércio aconteceu na segunda (Moisés Teodoro/BHAZ)

Comerciantes contrários ao decreto que restringe a abertura do setor apenas para os serviços essenciais vão realizar nova manifestação em frente à PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) na segunda-feira (18). O ato contará, inclusive, com um Aulão Fittness. A convocação para o protesto parte do Gare (Grupo de Academias Responsáveis e Éticas). A capital mineira tem 71. 246 casos confirmados do novo coronavírus e se aproxima de duas mil mortes.

Marcus Hofman, presidente do Gare, diz ao BHAZ que na manifestação será pedido o funcionamento de todo o comércio. “Pedimos a abertura imediata de todas as academias e do comércio em geral. O ato não será apenas pelas academias. Acredito que não temos outra arma a não ser as manifestações”, afirma.

O flyer convidando as pessoas já circula pelas redes sociais e nele consta que o ato terá duração de duas horas, das 10h às 12h. “Manifestação: BH não pode parar. Não ao lockdown. Não podemos continuar fechados”, diz o comunicado seguido da #VemPraRua. O ato ainda contará com um Aulão Fitness, conforme conta Hofman. “Durante a manifestação algumas músicas serão tocadas para gerar engajamento e o povo ir. Já que não podemos dar aulas em academias, damos no ar livre”.

manifestação
Pessoas já estão sendo convocadas para participar do ato (Reprodução/Redes sociais)

Proteção

Na manifestação realizada na última segunda (11), também foi pedido que o prefeito Alexandre Kalil (PSD) revogasse o decreto para que todo o comércio possa abrir as portas, mas pessoas foram vistas no ato sem o uso da máscara de proteção. “A gente pede o tempo todo para que as pessoas usem, mas a Guarda Municipal tem que chegar junto”, cobra Hofman.

O infectologista Leandro Curi entende a insatisfação dos comerciantes afetados, mas orienta que os manifestantes sigam as medidas de segurança sanitária. “A manifestação de segunda foi um show de horrores. Todo mundo sem máscara. Se a da próxima semana for nesses moldes será um caos viral”, alerta.

Sobre o Aulão Fitness, o especialista destaca que mesmo sendo ao “ar livre” o risco de contaminação continua. “Quando se faz atividade física, a força de velocidade de transmissão de partículas é muito maior, tanto nos ambientes fechados e abertos. Por conta disso que as academias estão fechadas”.

“Entendo perfeitamente a parte econômica financeira, tenho um irmão proprietário de academia, só que neste momento o mais prudente é deixar os comércios fechados e manter apenas os essenciais abertos. O momento é de guerra contra o vírus”, finaliza.

aulao fitness
Manifestação terá até Aulão Fitness (Reprodução/Redes sociais)

Pandemia em BH

O último Boletim Epidemiológico e Assistencial da PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) indica que 71.246 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus, enquanto 1.962 morreram. O número de recuperados chegou a 64.307 e o de pacientes em acompanhamento está em 4.977.

Os indicadores utilizados pelo Executivo municipal para avaliar a pandemia na capital mineira apontam:

  • Número médio de transmissão por infectado (RT) – 1,05 – nível amarelo
  • Ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid-19 – 86,2% – nível vermelho
  • Ocupação de leitos de enfermaria Covid-19 – 69,1% – nível amarelo
indicadores pandemia bh
Indicadores da pandemia do novo coronavírus na capital mineira (Reprodução/PBH)

Edição: Roberth Costa
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários