PM salva mulher, é esfaqueado e acaba matando assaltante

sede do 25º batalhão PM em Sete Lagoas
Militar foi preso e levado para o 25º Batalhão da PM (Reprodução/Google Street View)

Um policial militar de 31 anos evitou um assalto contra uma mulher na noite dessa terça-feira (2), foi esfaqueado e acabou assassinando o homem. O agente de segurança estava fora do horário de trabalho, em uma moto com a namorada, quando flagrou o crime em andamento. O caso ocorreu em Sete Lagoas, município da região Central de Minas Gerais.

O militar afirmou às autoridades que trafegava com a namorada pelo Centro de Sete Lagoas quando flagrou uma mulher sendo abordada por um homem armado com uma faca. Mesmo sem farda e fora do horário de trabalho, o policial se aproximou e perguntou à jovem se ela estava, de fato, sendo roubada. Assim que teve a confirmação dela, o agente passou a perseguir o autor, que fugiu na hora.

Durante a perseguição, o policial conseguiu abordar o assaltante e ordenou que largasse a faca. A ordem não só foi ignorada, como o homem atacou o militar e conseguiu desferir golpes: braço, mão esquerda e costas foram atingidos. O agente, então, sacou a arma e atirou duas vezes contra o agressor, sempre conforme o registro da própria Polícia Militar.

Óbito

Os disparos atingiram o pescoço do homem, que acabou morrendo no local. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) compareceu ao Centro de Sete Lagoas e constatou a morte. O baleado não foi identificado, pois estava sem documentos. Ele aparentava ter 35 anos.

A perícia da Polícia Civil constatou que os disparos atingiram o pescoço da vítima. A mulher, que foi abordada pelo homem na tentativa de assalto, o reconheceu como autor. O corpo foi levado por uma funerária da cidade.

Prisão

O policial militar, por sua vez, recebeu atendimentos médicos, devido às lesões sofridas e, após ser liberado da unidade de saúde, acabou recebendo voz de prisão. Ele foi conduzido até o 25º Batalhão da PM, onde ficou à disposição da Polícia Judiciária Militar. A arma utilizada foi apreendida, assim como as munições.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários