Começou a 2ª fase de cadastros para o apartamento mais barato de BH com lazer

apartamento mais barato de BH com lazer

Após o sucesso da primeira fase, com 100% dos cadastrados atendidos e encaminhados para a Caixa Econômica Federal, a Construtora Colonial e a Total Empreendimentos abrem mais uma oportunidade para quem deseja adquirir o apartamento mais barato de BH, com lazer, dentro do Programa Casa Verde e Amarela, antigo Minha Casa Minha Vida: clique aqui e preencha o formulário para falar com um consultor.

No lançamento da primeira fase, em novembro de 2020, foram mais de dois mil interessados cadastrados. Todos foram contatados pela equipe de vendas e tiveram seus atendimentos devidamente agendados. No atendimento, os interessados levaram os documentos necessários para análise de crédito perante a Caixa Econômica Federal. Após a análise, os clientes foram encaminhados para finalização do relacionamento na agência da Caixa.

A equipe de atendimento disponibiliza um veículo com motorista para buscar o interessado em sua residência e após o atendimento, o retorna para sua casa.

O sucesso da primeira fase foi tão grande, que todas as unidades do empreendimento que será construído no bairro Santa Mônica, que terá o nome de Recanto do Campo, estão reservadas.

Sobraram poucas unidades a serem reservadas para o Recanto dos Alpes, empreendimento que será construído na região do Estoril, a sete minutos do BH Shopping e com duas ótimas vias de acesso: Avenida Raja Gabaglia e Avenida Barão Homem de Melo.

O Recanto dos Alpes terá 88 unidades residenciais, com uma torre de 11 pavimentos, contando com dois elevadores, área de lazer, salão de festas, uma quadra de esportes gramada, portaria 24 horas, água individualizada e uma loja que tem como objetivo ajudar a baratear as despesas de condomínio para os moradores.

É importante ressaltar que na primeira fase da campanha em novembro de 2020 a expectativa de preço para o Recanto dos Alpes era de apartamentos a partir de R$ 117.000,00. Após os cadastros aprovados e reservas feitas, atualmente os apartamentos estão sendo vendidos a partir de R$ 125.000,00 e expectativa de preço máximo até R$ 145.000,00. As vendas poderão ser feitas dentro do programa Casa Verde Amarela.


O projeto do Recanto dos Alpes já se encontra em aprovação na Prefeitura de Belo Horizonte, seguindo todos os parâmetros urbanísticos e diretrizes para EHIS conforme lei 11.181/2019.

Pra quem é?

As oportunidades são voltadas para aquelas pessoas que possuem renda familiar de um salário mínimo (R$ 1.100,00) até cinco salários mínimos (R$ 5.500,00). A gestora de crédito habitacional da CDC – Controle Desenvolvimento e Consultoria – Correspondente Caixa, Marcela Lopes, ressalta que o programa é para quem está interessado em adquirir o primeiro imóvel. “Basta a pessoa ter uma renda comprovada, seja com carteira assinada ou como autônomo. Muitas pessoas desistem de tentar adquirir o seu primeiro imóvel, por pensarem que não possuem renda suficiente ou perfil para o programa”, explica.

“Por isso mesmo é muito importante esse trabalho de acompanhamento do Correspondente Caixa Autorizado, parceiro da construtora. Lembrando também que o interessado poderá se beneficiar com um subsídio, que é um desconto que o governo federal oferece, de acordo com a renda do comprador, podendo este desconto chegar a até R$ 42.220”, complementa a gestora.

Quanto?

Os empreendimentos terão unidades residenciais a partir de R$ 117.000,00. Para o engenheiro e sócio da Construtora Colonial, Guilherme Pinto, objetivo da construtora sempre foi vender imóveis baratos, sem abrir mão da qualidade. “Conseguimos escrever o nosso nome na história imobiliária de Belo Horizonte. Alcançamos o sucesso nos lançamentos nos Bairros Santo Antônio e João Pinheiro, empreendimentos que se encontram com as obras em andamento e dentro do cronograma. Foram mais de 100 unidades habitacionais vendidas em um curto espaço de tempo, o que confirma e valida nosso objetivo”, afirma.

Como é possível?

É possível devido as diretrizes da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte que regulamentam Incorporações em Áreas de Interesse Social, conforme Lei 11181/19.

Como funciona?

“Os interessados deverão preencher um formulário que será validado junto aos parâmetros de enquadramento do programa. A construtora entrará em contato por telefone, com os clientes que se adéquam à aprovação de crédito. Será agendado um atendimento personalizado para análise do perfil e será feito todo o acompanhamento junto à Caixa Econômica Federal para a aprovação do financiamento habitacional dentro do Programa Casa Verde Amarela”, enumera Bruno Santos, diretor executivo da Total Gestão Imobiliária e CDC Caixa e Total Empreendimentos.

A Total Gestão Imobiliária, empresa responsável exclusiva pela gestão das vendas dos lançamentos da Colonial, disponibilizará um veículo para buscar os interessados que tiveram os cadastros selecionados. “Ao buscar e retornar o interessado com cadastro aprovado, a empresa oferece uma maior comodidade aos seus clientes, um diferencial praticado na Total”, reforça Ian Gomes, gerente comercial da Total Gestão Imobiliária.

Para se cadastrar, basta preencher este formulário aqui >>> Preencher Formulário

Comentários