Na onda dos elétricos, Fiat importa da Itália pequeno 500e

Fiat 500e
Fiat 500e será vendido em apenas 10 concessionárias do País (Foto: Studio Cerri)

A Fiat adere de vez ao mundo dos elétricos no Brasil e começa a vender o novo 500e, equipado com motor 100% elétrico. Este Cinquecento vai ter uma rede de vendas só para ele, com apenas dez concessionárias credenciadas. Uma delas fica em Belo Horizonte.

Fiat 500e de frente
Fiat 500e ganhou novos faróis em LED (Foto: Studio Cerri)

O Fiat 500 elétrico tem como concorrentes aqui o Renault Zoe e o Chevrolet Bolt, que aliás terá nova geração ainda neste ano. Seu preço sugerido também é altíssimo, como todos os competidores. São quase R$ 240 mil.

O motor elétrico gera 87Kw de potência, o mesmo que 118 cv. O torque é impressionante, a exemplo dos veículos elétricos: 220 Nm. Ele acelera de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos.

Sua autonomia varia entre 320 a 460 quilômetros e sua bateria tem garantia de oito anos ou 160 mil quilômetros. Uma novidade é o sistema de alerta acústico, um aviso sonoro para alertar pedestres e ciclistas, já que os elétricos são silenciosos.

Carregador de corrente contínua
Modelo possui sistema de carga ultrarrápida em corrente contínua de até 85 kW (Foto: Studio Cerri)

Carregadores

A montadora indica a comercialização de produtos com a WEG, parceira certificada e qualificada para venda e instalação dos carregadores WallBox. Com eles, o modelo pode ter carga completa em até quatro horas.

Confira cada um dos tipos:

  • Weg Wemob Wall Wemob-007-1t2: desenvolvida para uso interno ou externo em garagem ou estacionamento. Com design moderno, compacto e fixado na parede, é ideal para residências e condomínios para uso em redes monofásicas e bifásicas. Possui conectividade Wi-Fi, LEDs de sinalização, controle de acesso por TAGs, app EV Drivers e funções de medição de energia e smart charging. Com 7,4kW de potência, é possível completar a recarga do veículo elétrico mais rapidamente;
  • Weg Wemob Parking Wemob-p: A estação de recarga Parking foi desenvolvida para uso compartilhado em estacionamentos públicos e privados. Sua tecnologia inovadora permite que seja ligada em redes trifásicas, bifásicas e monofásicas no Brasil, possuindo conectividade via Wi-Fi, LAN e 4G, LEDs de sinalização, controle de acesso via TAGs, app EV Drivers, funções de medição de energia e smart charging, permitindo a recarga mais rapidamente de até dois veículos elétricos com 22 kW simultaneamente.

O Fiat 500e também possui sistema de carga ultrarrápida em corrente contínua de até 85 kW. Neste caso, são necessários cinco minutos para gerar uma reserva de energia suficiente para viajar 50 quilômetros dentro da cidade. Ela também pode carregar a bateria até 80% em 35 minutos.

Fiat 500e de traseira
Spoiler na traseira dá um charme a mais ao 500e (Foto: Studio Cerri)

Design bem italiano

O modelo importado da Itália tem mudanças estéticas. Ganhou novos faróis arredondados em LED, assim como spoiler na traseira. A grade frontal tem inserções cromadas. As rodas de liga leve de 16 polegadas com acabamento escuro garantem um visual dinâmico mais ousado.

No interior o destaque fica por conta do volante de dois raios e o sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de 10 polegadas.

O novo veículo cresceu suas dimensões em 61 mm no comprimento, 22 mm entre os eixos, 57 mm na largura e 29 mm na altura.

500e lateral
Design remete ao modelo original dos anos 1950 (Foto: Studio Cerri)

Estilo na tocada

O 500e possui três modos de condução – Normal, Range e Sherpa, que podem ser selecionados no console central e são usados conforme o estilo de condução do motorista. Confira quais são:

  • Normal: oferece um estilo de direção mais próximo à experiência tradicional de condução. Toda a potência e torque do sistema de tração estão disponíveis. O veículo desacelera com efeito de freio motor, como em um veículo convencional, carregando parcialmente a bateria. Esse modo apresenta a função “Creeping”, no qual o veículo inicia seu movimento ao liberar o pedal do freio;
  • Range: ativa a função “One Pedal Driving”. Melhora a recuperação da energia, a desaceleração aumenta e o freio é usado apenas para emergências ou para parar completamente o carro: na prática o veículo é usado basicamente com o pedal do acelerador. Ao selecionar este modo de condução, o motorista maximiza a frenagem regenerativa e, portanto, também o alcance;
  • Sherpa: ajusta vários parâmetros de condução, como velocidade máxima (limitada a 80 km/h), resposta do acelerador (reduzir o consumo de energia) e desativação do ar-condicionado e sistemas auxiliares de aquecimento (vidros e retrovisor) para reduzir ao mínimo o consumo e, assim, garantir que o condutor alcance o destino definido no sistema de navegação ou na estação de carregamento mais próxima.
Ficha técnica

Acesse: www.aceleraai.com.br

Acelera Ai
Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários