Nissan Kicks Sense 1.6 16V CVT tem bom pacote de segurança

Andamos na versão de entrada do SUV compacto da marca japonesa, que não chega a ser a opção mais barata porque tem câmbio automático do tipo CVT, em vez de câmbio manual, que tem preço mais em conta. Entre os principais pontos positivos estão o visual, que foi renovado nessa segunda geração e ficou mais bonito e moderno; o bom espaço interno tanto para pessoas como para bagagens, a boa calibragem do sistema de suspensão e o pacote de segurança, que inclui airbags laterais e de cortina e controles de tração e estabilidade. O motor é o mesmo 1.6 16V flex, que tem desempenho apenas razoável.

Foto: Eduardo Aquino

A reestilização deixou o Kicks com um visual mais atual e equilibrado. Na frente, destaque para a grande grade em preto brilhante, também presente em volta dela, os detalhes cromados e o capô mais elevado.

Colunas pretas

De perfil, os elogios vão para as bonitas rodas de liga de 16 polegadas e os detalhes na cor preta nas colunas dianteira, central e traseira. Os acabamentos em plástico, também na cor preta, nos para-lamas e soleiras dão um toque aventureiro.

Leia mais: Flagramos a picape Rubicon

Foto: Eduardo Aquino

Na traseira, as novas lanternas com luzes de LED ganharam um charme extra ao serem “unidas” por um elemento estético. Também chamam a atenção o novo para-choque, que foi redesenhado e ficou com um ar mais aventureiro.

Bancos em tecido

Por dentro, o acabamento não tem nada de especial, mas é de boa qualidade e causa boa impressão ao primeiro olhar. O tecido que reveste o banco tem toque agradável e é compatível com o nosso clima tropical.

Leia mais: Renault vitamina o Captur

Foto: Eduardo Aquino

O volante tem boa pega, abriga os comandos de áudio e telefone no volante. Para encontrar uma boa posição de dirigir, o motorista conta com ajuste de altura no seu banco e coluna de direção que regula em altura e distância.

Espelhamento

Com tela colorida e sensível ao toque de sete polegadas, de boa visualização, o sistema multimídia é bem completo, com espelhamento do celular (Apple CarPlay e Android Auto), e de fácil utilização e o áudio conta com quatro alto-falantes.

Leia mais: Teste do Fiat Argo S-Design 1.3

Foto: Eduardo Aquino

O quadro de instrumentos é de boa visualização, assim como as informações do computador de bordo. O Kicks Sense vem com a tag do sistema SEM PARAR instalada no para-brisa, bastando ao motorista ativá-lo.

Espaço interno

O espaço interno acomoda com certo conforto cinco adultos e a capacidade do porta-malas (de 432 litros) está dentro da média dos SUVs compactos. O rebatimento do encosto do banco traseiro (em 1/3 e 2/3) ajuda no transporte de objetos maiores.

Leia mais: Teste do Chevrolet Trailblazer

Foto: Eduardo Aquino

No pacote de itens de segurança, destaque para os seis airbags, os controles eletrônicos de tração e estabilidade e o sistema Isofix para fixar cadeiras infantis. Os sensores de estacionamento e a câmera de ré ajudam bastante nas manobras.

Leia mais: João Barone e seu Jeep

Foto: Eduardo Aquino

O motor é o já conhecido 1.6 16V Flex, que tem um desempenho apenas razoável, tanto em termos de performance, com acelerações e retomadas bem modestas, como de economia (com etanol no tanque, apenas motorista e ar desligado, o computador de bordo registrou médias de 7km/l na cidade e de 8,5km/l na estrada).

Por falar em consumo, a capacidade do tanque de combustível de apenas 41 litros limita bastante o autonomia.

Seis marchas

O câmbio automático CVT tem seis marchas simuladas e funcionamento suave. A tecla Sport (S) melhora um pouco as respostas aos comandos do acelerador. Faltam opções de trocas manuais por meio de borboletas junto ao volante.

Foto: Eduardo Aquino

A assistência elétrica da direção está bem calibrada, tanto para facilitar as manobras naquelas vagas mais apertadas quanto para oferecer mais segurança (um “bom peso”) em velocidades mais altas.

Leia mais: Teste do Jeep Renegade Moab

A suspensão também tem um bom acerto, conseguindo absorver bem as irregularidades do piso e possibilitar um bom equilíbrio da carroceria nas curvas mais fechadas. E a altura do solo possibilita rodar com mais tranquilidade por estradas de terra ruins.

Texto e fotos: Eduardo Aquino

Foto: Eduardo Aquino

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.6, 16V, que gera potência de 114cv (gasolina ou etanol) a 5.600rpm e torque de 15,5kgfm (gasolina ou etanol) a 4.000rpm

Transmissão – Tração dianteira e câmbio automático do tipo CVT

Direção – Assistência elétrica

Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, eixo de torção

Dimensões – Comprimento, 4,31m; largura, 1,76m; altura, 1,59m; e entre-eixos, 2,61m

Freios – Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 16 polegadas, calçadas com pneus 205/60 R16

Porta-malas – 432 litros

Tanque – 41 litros

Peso – 1.104 quilos

Foto: Eduardo Aquino

Principais equipamentos de série – Rodas de liga de 16 polegadas, sensor de chuva e crepuscular, ar-condicionado, banco do motorista com ajustes de altura, controles de áudio, telefone e de velocidade no volante, Tag SEM PARAR instalado, duas tomadas 12V, coluna de direção com regulagem de altura e distância, rack de teto longitudinal na cor prata, seis airbags (duplos frontais, laterais e de cortina), alarme perimétrico, câmera de ré, controles eletrônicos de tração e estabilidade, luzes de condução diurna, sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, assistência de frenagem de emergência, luzes de freio em LED, controle automático de velocidade, sensor de estacionamento, assistente de partida em rampa e sistema de áudio com display touchscreen colorido de sete polegadas (rádio AM/FM, Bluetooth, Apple CarPlay e Android Auto).

Preços – R$ 104.040. Com pintura metálica, sobe para R$ 105.590.

Acelera Ai
Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários