Dançarino mineiro é assassinado em briga de trânsito na Holanda; amigos lamentam morte

Marcos Coelho
Marcos Coelho dava aulas de dança em Amsterdã, onde morava havia anos (Reprodução/Facebook)

Um dançarino mineiro de 45 anos foi esfaqueado em uma briga de trânsito em Amsterdã, na Holanda, e acabou morrendo, na madrugada do último domingo (18). O assassinato de Marcos Coelho comoveu os amigos da vítima, que lamentaram o ocorrido nas redes sociais.

De acordo com publicações de jornais locais, por volta das 0h15 do domingo, a polícia recebeu denúncias de uma briga de trânsito na região. Já no local, os policiais encontraram Marcos, que havia sofrido golpes de faca. Ele chegou a receber socorro e ser levada às pressas para o hospital, mas morreu no centro de saúde devido à gravidade dos ferimentos.

As autoridades prenderam dois homens, de 34 e 35 anos, com ajuda das pessoas que passavam pelo local e da GVB, operadora de transporte público municipal de Amsterdã. Em outro local, os policiais ainda encontraram outro homem, de 29 anos, que estava ferido. Ele também foi preso suspeito de envolvimento na briga, e foi levado ao hospital.

Os pedestres que andavam pela região no momento do crime contaram à polícia que Marcos estava dentro de um carro, e que o assassinato foi ocasionado por uma briga de trânsito.

‘Pessoa querida, alegre e jovem’

Nas redes sociais, amigos e conhecidos brasileiros e holandeses lamentaram a morte do mineiro, natural de Coronel Fabriciano, na região do Vale do Aço. Marcos Coelho dava aulas de dança em Amsterdã, onde morava havia anos. De acordo com comentários de conhecidos, na cidade mineira ele era conhecido como “De noite”.

“Uma discussão de trânsito custou a vida de uma pessoa muito querida, alegre e jovem de 45 anos. Que Deus conforte o coração de toda sua família, muito triste essa notícia, e que justiça seja feita”, escreveu um amigo no Facebook. “Lembro dele chegar nos bailes de professores de dança. A violência está aumentando em Amsterdã. Tomem cuidado sociedade brasileira”, alertou uma conhecida.

Edição: Giovanna Fávero
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários