Mientras Rua: Feriado em BH terá festa de música eletrônica de graça

mientras-dura
Mientras dura fará edição gratuita na rua no feriado de Corpus Christi (Reprodução/@mientrasdura/Instagram)

Está procurando um rolê em Belo Horizonte para ir neste feriado de Corpus Christi? A festa “Mientras Dura” está preparando uma edição gratuita de rua, que acontecerá no bairro Floresta, nesta quinta-feira (16). Serão oito horas de evento com diversas atrações, que incluem DJs da cena cultural da capital mineira. O endereço exato será divulgado na véspera da festa por meio do Instagram oficial (@mientrasdura).

A line-up do evento conta com os DJs Belisa Murta, Escarrbe, Sosti Reis e Xoxottini, e o artista multimídia O Pala, além de DJS residentes da Mientras Dura. A festa é conhecida por proporcionar uma experiência sensorial que mistura ritmos, performances e itervenções visuais.

Sobre a Mientras Dura

Ela começou em 2015 e tornou-se um grande projeto independente da cena cultural de BH. As edições recebem cerca de 1.200 pessoas e já receberam artistas de todo o Brasil, como Justin Strauss (EUA), Rafael Aragon (França), Kosta Kostov (Bulgaria), Francisco el Hombre (México/Brasil), entre outros.

A Mientras Dura também produz o Tryo Mientras Dura, bloco de Carnaval que sai pelas ruas de Belo Horizonte durante o período de festividades. O projeto se expandiu para festas, clubes e festivais em Berlim, Paris, Lisboa, além de já ter feito parte da Virada Cultural de BH, da Parada do Orgulho LGBTQIA+ de BH e do Festival Giramundo.

Quem são os DJs residentes?

Os DJs residentes da festa são Breno Oliveira e Yonanda Santos, que também são os idealizadores do evento. Os sets preparados por eles são “energéticos e groovados”, conforme a própria Mientras Dura define, e exploram ritmos tradicionais com batisdas eletrônicas contemporâneas.

Outros DJs residentes são Omoloko, que constrói os sets com referências de house music, disco, techno, world music e música brasileira; O Pala, com sessões influenciadas por pesquisas em música negra, afrofuturismo, música eletrônica e brasilidades; e o DJ Supolo, que apresenta percussões, paisagens sonoras urbanas, techno, acid, breakbeat, hard dance e reggaeton.

Edição: Roberth Costa
Andreza Mirandaandreza.miranda@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários