Pesquisar
Close this search box.

Cinco bares em BH para confraternizações de fim de ano

Por

pessoas brindando
Confira os melhores bares para confraternização de fim de ano em BH (Reprodução/@jangalbh/Instagram)

Já estamos no fim do ano e esta é a época ideal para reunir amigos, familiares, colegas de trabalho para uma confraternização. E é claro que BH, a capital dos botecos, não deixaria de oferecer uma infinidade de opções de bares para comemorar com a galera. O Rolê BHAZ listou cinco pra te ajudar a escolher rapidinho onde será o encontro da turma.

Confira bares para confraternizações de fim de ano em BH

Bar e Museu Clube da Esquina

O primeiro da lista de bares para confraternização em BH é o Bar e Museu Clube da Esquina, um verdadeiro museu em homenagem ao grupo mineiro. O estabelecimento dispõe de amplos espaços internos e externos, música ao vivo e comida de boteco.

O local é histórico por estar localizado há poucos metros da esquina onde o Clube da Esquina se reunia, no bairro Santa Tereza. No cardápio, pratos e drinques com nomes que referenciam o grupo convidam o público para uma tradicional experiência gastronômica.

Endereço: Rua Paraisópolis, 738 – Santa Tereza
Horário de funcionamento: Terça à sexta-feira, 18h à meia–noite | Sábado, 12h à meia–noite | Domingo, 12h às 20h30

Bar e Museu Clube da Esquina é ideal para confraternizações para a turma que gosta de música ao vivo (Reprodução/Facebook)

Jângal

O Jângal é uma mini floresta aconchegante em forma de pub, com diversos espaços instagramáveis, música, comidas e drinques. O ambiente do bar foi pensado para proporcionar badalação e tranquilidade ao mesmo tempo.

O local é ideal para confraternizar com aquela turma que é inimiga do fim pela variedade de drinques, música ao vivo e DJs. Depois de certa hora, os frequentadores vão para a pista se divertir, um ótimo jeito de fechar a confra com chave de ouro.

Endereço: Rua Outono, 523 – Cruzeiro
Horário de funcionamento: Terça e quarta-feira, 18h à meia–noite | Quinta–feira, 18h à 0h30 | Sexta–feira, 18h à 1h | Sábado, 14h à 1h | Domingo, 14h às 20h

Jângal é ótima opção de bar para confraternização com os amigos em BH (Reprodução/@jangalbh/Instagram)

Redentor Bar

Para quem procura tomar um bom chope na confraternização de fim de ano, o Redentor Bar pode ser uma boa opção em BH. Além disso, comida de boteco, coquetéis e vinhos são outros pontos fortes do local.

Se você pensa em se reunir durante o dia com a família, o estabelecimento tem a opção de self–service no almoço. Às segundas e terças-feiras, o bar tem música ao vivo a partir das 19h. É possível fazer reservas pelo site ou pelo telefone (31) 3568-8469.

Endereço: Rua Fernandes Tourinho, 500 – Savassi
Horário de funcionamento: Todos os dias, de 11h à meia–noite

Saruê

Na regional Pampulha, o Saruê Castelo é um bar em BH com clima descontraído e sem muita frescura para fazer confraternizações de fim de ano. O local tem música ao vivo, DJs e cerveja gelada.

Lá é possível juntar as mesas e unir a turma na calçada em volta dos músicos para cantar, beber e se divertir. Às quartas e quintas-feiras, o cliente paga um valor estipulado (R$ 40 e R$ 50, respectivamente) e pode beber cervejas e drinques à vontade.

Endereço: Avenida Altamiro Avelino Soares, 1257 – Castelo
Horário de funcionamento: Quarta à sexta–feira, 18h à meia–noite | Sábado, 14h à meia–noite | Domingo, 12h às 20h

O Saruê é um bar em BH que é ideal para confraternizações entre todas as tribos (Reprodução/@saruebh/Instagram)

Botequim da Parrilla

Se a sua intenção é comer bem durante a confraternização de fim de ano, o bar de BH Botequim da Parrilla é uma boa pedida. Além de chopes e cervejas artesanais, o cardápio possui carnes grelhadas, almoço executivo, hamburgueria, risotos e massas.

Endereço: Avenida Aggeo Pio Sobrinho, 187 – Buritis
Horário de funcionamento: Segunda à quinta–feira, 17h à meia–noite | Sexta–feira e sábado, 11h à 1h | Domingo, 11h às 18h

A parrilla é o carro–chefe desse bar em BH (Reprodução/@botequimdaparrilla/Instagram)

Andreza Miranda

Graduada em Jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2020. Participou de duas reportagens premiadas pela CDL/BH (2021 e 2022); de reportagem do projeto MonitorA, vencedor do Prêmio Cláudio Weber Abramo (2021); e de duas reportagens premiadas pelo Sebrae Minas (2021 e 2023).

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ