Banco de leite de maternidade em BH tem estoque baixo e precisa de doações; veja como ajudar

banco leite bh doações
Leite humano do banco de leite é a melhor opção para alimentação de crianças internadas (Elza Fiuza/Agência Brasil)

O banco de leite humano (BLH) da maternidade Odete Valadares, em Belo Horizonte, precisa com urgência de doadores. Normalmente, o BLH conta com cerca de 900 frascos de 300 ml cada, no entanto, no momento o estoque está com apenas 100 frascos de leite.

De acordo com a coordenação da maternidade, janeiro registrou um baixo número de doações, o que preocupa os profissionais. “É comum essa queda em períodos de férias, mas temos percebido uma baixa cada vez maior”, relata a coordenadora Karine Antunes.  

O banco de leite atende bebês internados na maternidade e em outros hospitais. Brenda Lorrane, mãe de três crianças, entendeu a importância da doação depois que o filho dela nasceu prematuro. “Foi quando entendi o valor de cada gota de leite em sua recuperação”, afirma.

Atualmente, Lorrane ajuda o BLH. “Só quem já esteve em uma UTI Neonatal sabe o significado de quando nos dizem que ‘toda gota importa’. A doação de leite materno pode ser ponto decisivo no futuro de cada um daqueles bebês”, destaca.

Como doar?

Recentemente, o cadastro de doadoras para o banco de leite humano, assim como a marcação de consultas para mulheres com dificuldades ao amamentar, passou a ser realizado por meio do Portal MG e do aplicativo MG app, através do login da conta Gov.br.

Para a doação de leite, a interessada deve preencher um formulário on-line com dados sobre sua saúde e anexar os exames médicos requeridos pelo Ministério da Saúde para possíveis doadoras – os mesmos do pré-natal.

As informações são enviadas para o banco de leite ou para o posto de coleta para avaliação e, após a análise, as mulheres recebem, por e-mail, o resultado informando se estão aptas ou não a doar. Em seguida, as doadoras receberão uma ligação da equipe do BLH ou do posto de coleta.

“O cadastro é simples, sem burocracia. Buscamos o leite na casa da doadora e fornecemos todos os materiais necessários, como vidros, toucas, máscaras e etiquetas. Esperamos que o novo sistema de cadastro possa otimizar as doações”, esclarece Karina.

As mães que tiverem interesse em ser doadoras ou apresentarem dificuldades em relação ao aleitamento materno também podem entrar em contato com o Banco de Leite Humano da MOV pelos telefones (31) 3298-6008 ou 3337-5678, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h ou das 13h às 17h. 

Edição: Roberth R Costa
Amanda Serrano[email protected]

Foi estagiária do Jornal Estado de Minas e da TV Band Minas. Também trabalhou na assessoria política. Atualmente é repórter do Portal BHAZ.

SIGA O BHAZ NO INSTAGRAM!

O BHAZ está com uma conta nova no Instagram.

Vem seguir a gente e saber tudo o que rola em BH!