Justiça mantém escola de samba Canto da Alvorada como campeã do Carnaval 2018 em BH

Canto da Alvorada teve 159,9 pontos (Junia Lanari/PBH)

A Justiça negou o pedido de alteração do resultado do Carnaval 2018 de Belo Horizonte e manteve a escola de samba Canto da Alvorada como a vencedora. A decisão foi tomada na última quinta-feira (13) pelo juiz da 1ª Vara de Feitos da Fazenda Pública.

Em março deste desta ano, o pagamento da premiação foi suspenso para a Canto da Alvorada após o Grêmio Recreativo Escola de Samba Cidade Jardim apresentar denúncias contra a primeira colocada. Entre as acusações destaque para a não participação no desfile do ano passado, o que faria com que a Canto da Alvorada estivesse impossibilitada de ser premiada.

Outros pontos foram apresentados pela denunciante que alegou, por exemplo, que nos quadros da diretoria da Canto da Alvorada existe um parlamentar como vice-presidente e que isso influenciaria no resultado do Carnaval. Ao analisar o mérito, o juiz disse que “a alegação não procede”.

Em nota enviada ao Bhaz, a Canto da Alvorada destacou que apesar de ter sofrido “graves acusações”, a agremiação “não ficou lamentando a injustiça que sofrera. Ao contrário, sua Diretoria continuou trabalhando seriamente na pesquisa e escolha do enredo para o Carnaval de 2019”.

A presidência da agremiação ainda destaca que, em breve, será comemorado a “dupla vitória” para assim encerrar o Carnaval de 2018.

Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ de maio de 2017 a dezembro de 2021. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).