Covid em BH: Transmissão é estável, mas ocupação de UTIs tem novo aumento

pessoas na rua bh
Indicadores apresentaram comportamentos distintos nesta quinta (Amanda Dias/BHAZ)

A taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para o tratamento de Covid-19 em Belo Horizonte sofreu uma nova elevação nesta quinta-feira (10), conforme dados no Boletim Epidemiológico e Assistencial mais recente, divulgado pela PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) nesta noite. O índice, que estava em 77,7% na quarta (9), hoje passou para 78,2%, se mantendo no nível vermelho, considerado crítico.

A ocupação de leitos de enfermaria Covid-19, por outro lado, caiu de 60,5% para 58,7%, permanecendo no nível amarelo.  Já o índice que mede a transmissão do vírus se manteve estável de um dia para o outro, em 0,95.

Quando este indicador, chamado de fator Rt, fica acima de 1, representa um alerta para a cidade, de acordo com infectologistas. A taxa indica quantas pessoas um paciente contaminado pelo novo coronavírus tem potencial para infectar. 

Ainda de acordo com o boletim, Belo Horizonte contabiliza 219.074 casos confirmados do novo coronavírus. Desses, 206.380 já se recuperaram e 5.324 vieram a óbito. Ainda são monitorados 7.370 casos da doença na capital. 

Indicadores desta quinta-feira (10). (Reprodução/PBH)

Vacinação em BH

Dos 2.521.564 moradores de Belo Horizonte, 949.073 já receberam ao menos a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira. Esse número corresponde a 46,6% do público alvo da vacinação. Com a segunda dose, já foram imunizados 408.677 belo-horizontinos.

Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários