Feminicídio: Tatuador mata ex-namorada e é preso em Belo Horizonte

emily fernandes
Emily Fernandes tinha 25 anos; ex não aceitou fim do namoro (Reprodução/Redes sociais)

Uma jovem de 25 anos foi assassinada a facadas na tarde dessa quarta-feira (4) no bairro Cardoso, região do Barreiro, em Belo Horizonte. O principal suspeito é o ex-namorado dela, preso na manhã de hoje (5).

Segundo a ocorrência policial, quem pediu por socorro foi o irmão de Emily Luiza Ferretti Fernandes, um adolescente de 16 anos.

Ele contou que o suspeito foi até a casa de Emily e já entrou atacando a jovem. Na tentativa de conter a violência, o irmão também acabou ferido.

Os socorristas encaminharam a jovem ao Hospital Júlia Kubitschek, mas ela não resistiu. Foram cerca de dez facadas. O relacionamento amoroso teria durado oito meses, mas o suspeito não aceitou o término.

Vítima denunciou ex após agressão

A proprietária do imóvel em que Emily morava contou à PM que o homem saiu correndo após cometer o crime. Ele era tatuador e morava nos Estados Unidos, mas estava vivendo no bairro Betânia, região Oeste em Belo Horizonte, há um mês.

Segundo um amigo do rapaz, o autor o contatou dizendo ter esfaqueado a ex. Ele teria dito que se entregaria após 24 horas. Apesar disso, não revelou onde estava escondido.

O mesmo amigo encontrou a jovem dias antes do assassinato e ela confidenciou que foi agredida e que registrou uma denúncia contra o suspeito na terça (2). Até o final da manhã de hoje, a ocorrência policial seguia em andamento.

Em nota ao BHAZ (leia abaixo na íntegra), a Polícia Civil informa que o corpo da jovem foi submetido ao exame de necropsia e liberado aos familiares. Já o suspeito foi preso em flagrante pelo crime de homicídio qualificado com quatro qualificadoras: motivo fútil, meio cruel, feminicídio e sem chance de defesa da vítima.

“Também foi autuado em flagrante pelo homicídio qualificado tentado em desfavor do irmão da vítima. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A investigação segue em andamento pelo Núcleo Especializado de Feminicídio, onde todos os fatos serão elucidados”, acrescentou a corporação.

Nota da Polícia Civil na íntegra

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) ratificou a prisão em flagrante do suspeito, de 29 anos, pelo crime de homicídio qualificado com quatro qualificadoras (motivo fútil, meio cruel, feminicídio e sem chance de defesa da vítima) Também foi autuado em flagrante pelo homicídio qualificado tentado em desfavor do irmão da vítima. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A investigação segue em andamento pelo Núcleo Especializado de Feminicídio, onde todos os fatos serão elucidados.

Nicole Vasquesnicole.vasques@bhaz.com.br

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022.

Comentários