Pesquisar
Close this search box.

VÍDEO: Apresentadora baiana critica discurso xenofóbico de vereador do Rio Grande do Sul

Por

Jéssica Senra Sandro Fantinel
Jéssica Senra foi dura nas críticas contra fala xenofóbica de Sandro Fantinel (Reprodução/Redes sociais)

A jornalista Jéssica Senra, apresentadora do Bahia Meio Dia, da TV Bahia, afiliada da Globo, criticou o discurso xenofóbico do vereador Sandro Fantinel (sem partido), do Rio Grande do Sul. O político de Caxias do Sul questionou a repercussão de um resgate de empregados em situação análoga à escravidão.

Nessa terça-feira (28), o parlamentar usou a tribuna da Câmara dos Vereadores para pedir que produtores da região “não contratem mais aquela gente lá de cima”, em referência a trabalhadores oriundos da Bahia. A maioria dos contratados para a colheita da uva são do estado nordestino. Ele ainda sugeriu para darem preferência a empregados vindos da Argentina, pois, segundo ele, seriam “limpos, trabalhadores e corretos”.

A apresentadora falou sobre o caso na edição dessa quarta-feira (1º), e o vídeo do momento viralizou nas redes sociais. “Esse vereador ficou revoltado porque os trabalhadores escaparam e denunciaram as condições degradantes. A gente toca até tambor muito bem, temos praias lindas. Mas nossa cultura não é só isso, não, viu, vereador? Nossa cultura é de não se deitar para autoritários, tiranos, para senhores de engenho”.

Logo depois, Senra relembrou a história da imigração no Rio Grande do Sul. “Esses imigrantes não eram pessoas ricas que vieram investir no Brasil, pelo contrário. Eram pessoas fugindo de crises econômicas na Europa e que receberam inúmeros benefícios do Brasil para aqui se instalarem”.

“Hoje [quarta-feira], esse vereador de um estado construído com a força de pobres imigrantes, discrimina pessoas humildes em busca de oportunidades de trabalho. Ignorando sua história, se crê superior social e economicamente”, completou. Assista:

Repúdio, investigação e expulsão

O vereador Sandro Fantinel já foi alvo de dois pedidos para cassação dentro da Câmara de Caxias do Sul. Agora, o Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Sul também vai investigar o parlamentar por apologia ao trabalho escravo. O político foi expulso do Patriota na quarta-feira (1º).

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, condenou, por meio das redes sociais, a fala do parlamentar. “O discurso xenófobo e nojento de vereador de Caxias contra o Nordeste não representa o povo do Rio Grande do Sul. Não admitiremos esse ódio, intolerância e desrespeito na política e na sociedade. Os gaúchos estão de braços abertos para todos, sempre”.

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT) também comentou sobre o caso. “Eu repudio veementemente a apologia à escravidão e não permitirei que tratem nenhum nordestino ou baiano com preconceito ou rancor”.

“É desumano, vergonhoso e inadmissível ver que há brasileiros capazes de defender a crueldade humana. Determinei, portanto, a adoção de medidas cabíveis para que o vereador seja responsabilizado pela sua fala”, completou.

Vitor Fernandes

Sub-editor, no BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019, 2020 e 2022), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ