Cliente tenta devolver bolo para confeiteira e motivo surpreende: ‘Tão lindo que acharam que era de mentira’

bolo
Pelo Instagram, a mulher pediu para devolver o bolo que havia encomendado para o aniversário da filha, celebrado no domingo (19).

O pedido inusitado de uma cliente acabou tirando o sossego da confeiteira Simone de Paula Balanciere, de Joinville, em Santa Catarina. Pelo Instagram, uma mulher pede para devolver o bolo que havia encomendado para o aniversário da filha, celebrado no domingo (19). O motivo? O bolo ficou bonito demais e os convidados acharam que era de mentira.

“Oie, bom dia, Mone. Queria pedir uma coisa pra você. Então, eu peguei seu bolo ontem para o aniversário da minha filha, lembra? Eu queria ver se posso te levar o bolo aí e você me devolve o dinheiro. Porque foi um dinheirão e ninguém cortou o bolo porque tava tão lindo que achavam que era de mentira”, escreveu a cliente.

Na sequência, ela ainda dá dicas de como a profissional pode revender o bolo, para que “todos saiam felizes”. “Pra você é mais fácil de vender de novo, você pode fatiar ou algum cliente pode querer inteiro e você congela para o final de semana, troca o nome e tudo certo, todos saem felizes. Eu tive o bolo, as fotos ficaram lindas, daí posso comprar umas coisas com esse dinheiro”, finaliza a cliente.

‘Vou te difamar’

Simone conta que tenta sempre ser simpática com seus clientes, mas que, dessa vez, não conseguiu segurar a revolta pelo que havia acabado de ler. Como resposta, ela questiona se a cliente ficou insatisfeita com o bolo, que foi entregue conforme o pedido.

“Não trabalho dessa forma! Te entreguei o produto como você pediu. Tinha algum problema com ele? Estragado, diferente do que pediu? Não, né? Sendo assim, o que você vai fazer com ele deixa de ser problema meu!”, respondeu a confeiteira.

A mulher então ameaça “difamar” Simone caso ela não aceite o bolo de volta e ainda coloca nela a culpa de ter feito um produto não tão “realista” como o esperado. “Se você não me ajudar vou te difamar em todo lugar que eu puder, afinal, paguei R$ 250 em um bolo que ninguém comeu. Talvez se fizesse mais realista, com algumas falhas, eles iriam ver que é de comer”, disse a mulher.

‘Achei que era mentira’

Ao BHAZ, Simone conta que ficou muito irritada com a “falta de noção” da cliente. É que além de todo o custo para que o bolo fosse feito, a preparação envolve várias etapas, como a compra dos ingredientes e o contato com fornecedores.

“A princípio achei que era mentira, porque não tem fundamento o cliente achar que é fake, sendo que é ele quem escolhe os sabores. O que me chamou mais atenção foi ela me culpar por não ter deixado nenhum rachado no bolo, sendo que, se eu tivesse deixado, muito provavelmente ela ia reclamar também”, pondera.

A confeiteira conta que a mulher entrou em contato por indicação de outros clientes. Como a aniversariante estuda na mesma turma que a filha, ela preferiu não postar fotos do bolo que gerou toda a confusão. A parte boa é que com a repercussão da história, Simone ganhou grande admiração dos internautas.

“Foi legal ver a reação do pessoal, ver que não foi só eu que fiquei indignada com a situação. Eu tenho recebido muitas mensagens dizendo que gostaram do meu trabalho, a gente acaba ficando lisonjeada, porque muitos falam que vieram ao meu Instagram por causa desse post e que acabaram gostando dos bolos”, comemora.

Edição: Roberth Costa
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários