Preço médio do litro da gasolina sobe pela 8ª semana seguida e segue acima dos R$ 6 em BH

gasolina
Abastecer segue sendo tarefa complicada para o consumidor (Tomaz Silva/Agência Brasil)

A gasolina subiu pela 8ª semana nos postos de combustível do Brasil. Parece até notícia repetida, mas infelizmente é a realidade. Levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) aponta que o o litro segue acima de R$ 6. Em Belo Horizonte, o preço médio do litro está em R$ 6,172.

O preço médio da gasolina comum nas bomba chegou a R$ 6,092 por litro. Na semana passada o valor praticado era R$ 6,076. A alta também foi registrada no etanol que custa, em média, R$ 4,715.

O valor do barril do petróleo aliado com a alta do dólar são fatores que favorecem à alta no preço do combustível. Veja os preços médios dos produtos listados pela ANP:

  • GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) – R$ 98,70
  • GNV (Gás Natural Veicular) – R$ 4,138
  • Gasolina comum – R$ 6,092
  • Gasolina aditivada – R$ 6,233
  • Óleo diesel – R$ 4,707
  • Óleo diesel S10 – R$ 4,770
  • Etanol hidratado – R$ 4,715

Preços na capital

Em Belo Horizonte, o preço do litro da gasolina segue a média nacional e também é vendido acima dos R$ 6. Segundo a ANP, o valor médio da gasolina comum está em R$ 6,172. O valor mínimo é R$ 6,129, enquanto o máximo R$ 6,299.

A gasolina aditivada está ainda mais cara. O consumidor que optar por abastecer com ela vai ter que desembolsar, em média, R$ 6,359. O preço mínimo é R$ 6,249 e pode chegar a R$ 6,485.

A síntese dos preços praticados nos postos de Belo Horizonte teve consulta entre 19 a 25 de setembro.

Edição: Vitor Fernandes
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários