Atleta de Santa Luzia conquista a primeira medalha do Brasil e paulista bate recorde nas Paralimpíadas

paraolimpíadas Gabriel Araújo dos Santos
Gabriel é mineiro e treina em Juiz de Fora (Reprodução/@cpboficial/Twitter)

O Brasil iniciou o primeiro dia dos Jogos Paralímpicos no pódio. As quatro medalhas nacionais vieram de nadadores, sendo que dois compartilham do mesmo nome. O mineiro Gabriel Araújo dos Santos apareceu no primeiro pódio da edição e conquistou a primeira medalha nacional com uma prata. Com poucos minutos de diferença, o paulista Gabriel Bandeira levou o ouro e a segunda medalha do Brasil. Mais dois brasileiros chegaram ao pódio no primeiro dia em Tóquio.

Gabriel Araújo tem 19 anos, nasceu em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, e treina em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. O jovem levou a prata nos 100m costas da classe S2 com a marca de 2min02s47. Já o ouro ficou com o chileno Alberto Abarza (2min00s40) e o bronze para o russo Vladimir Danilenko (2min02s74).

O ouro e o recorde paralímpico chegaram cerca de meia hora mais tarde. Um outro Gabriel, o paulista Bandeira, de 21 anos, venceu a final dos 100m borboleta da classe S14 em 54s76. A conquista veio já na primeira final do paulista nos Jogos Paralímpicos. Em segundo e terceiro lugar ficaram, respectivamente, o britânico Reece Dunn, com 55s12, e o australiano Benjamin Hance, com 56s90.

Mais duas conquistas

O Brasil ainda levou dois bronzes. O pernambucano Phelipe Rodrigues, de 31 anos, ficou com o primeiro bronze do país, depois de fazer 23s50 nos 50 m livre classe S10. O ouro ficou com o australiano Rowan Crothers, que gravou a marca de 23s21, enquanto o ucraniano Maksym Krypak levou a prata, com 23s33.

Já o paulista Daniel Dias obteve a marca de 2min38s61 nos 200 m livre classe S5 (atletas com limitações físico-motoras). O ouro e a prata ficaram, respectivamente, com o italiano Francesco Bocciardo (2min26s76) e o espanhol Antoni Ponce Bertran (2min35s20). Dias é o maior medalhista brasileiro dos Jogos Paralímpicos, com 25 medalhas, sendo 14 ouros, 7 pratas e 4 bronzes.

O Brasil está em sétimo lugar no quadro de medalhas. O primeiro dia dos Jogos já se encerrou em Tóquio, mas os brasileiros ainda podem assistir mais competições hoje (25), na parte da noite (horário de Brasília). Confira:

  • Natação masculina – 100m livre S5
    Fase:
     classificatórias
    Horário: 21h00
  • Esgrima em cadeira de rodas – masculino
    Espada individual B
    Fase: grupos
    Horário: 21h00
  • Natação feminina – 100m livre S5
    Fase:
     classificatórias
    Horário: 21h08
  • Natação masculina – 100m livre S4
    Fase: 
    classificatórias
    Horário: 21h16
  • Natação masculina – 200m medley SM6
    Fase: 
    classificatórias
    Horário: 21h24
  • Natação masculina – 400m livre S11
    Fase: 
    classificatórias
    Horário: 21h46
  • Natação masculina – 100m peito SB9
    Fase: 
    classificatórias
    Horário: 22h20
  • Ciclismo pista masculino – perseguição individual C1
    Fase:
     classificatórias
    Horário: 22h30
  • Esgrima em cadeira de rodas – feminino
    Espada individual A
    Fase: grupos
    Horário: 23h20
  • Tênis de Mesa feminino – Simples classe 1-2
    Cátia Oliveira x Dorota Buclaw (POL)
    Fase:
     grupos
    Horário: 23h40
Edição: Vitor Fernandes

Comentários